Ata 167

Ata 167 – Ao décimo quarto (14) dia do mês de Setembro do ano de dois mil e nove (2009), na sede do Rotary Club de Socorro, realizou-se a reunião ordinária do Conselho Municipal de Turismo, COMTUR, com início às 20h40. Encontravam-se presentes o Sr. José Fernandes Franco, Vice-Presidente do Conselho, membros da diretoria e dos vários segmentos representativos, conforme segue lista de presença. Após a abertura da reunião o Sr. Vice-Presidente faz a oração ecumênica da noite e justifica a ausência da Sra. Presidente. Sr. José Fernandes Vice-Presidente solicita a leitura da ata 166, sendo a mesma aprovada por unanimidade. Logo em seguida Sr. José Fernandes, Vice -Presidente, solicita que o Sr. Caldeira da seguradora ASSIST CARD descreva ações da mesma. Sr. Caldeira informa que está fechando parceria com a seguradora Itafácil, e que deseja iniciar todo o processo com a mesma, e que o objetivo é caminhar com o apoio do COMTUR. Sr. José Fernandes diz que a posição do Conselho vai ser de recomendação para que todos possam aderir ao programa, e que será validado o contrato a partir de uma análise da diretoria do COMTUR e submetido ao Departamento Jurídico. Sr. Hélio argumenta sobre a inclusão dos primeiros socorros. Sr. Caldeira diz que pode ser feito um novo contrato e levado à diretoria, e, logo após este processo procurar todas empresas para começar o cadastramento. Logo após, Sr. Vice presidente solicita ações das comissões. Sra. Juliana Chehouan coordenadora de acessibilidade diz que todo processo de adaptação está atrasado e que muitas pessoas estão vindo a cidade para conhecer o projeto Socorro Acessível. E inclusive saiu uma matéria no jornal estado de São Paulo fazendo uma comparação entre Socorro e Nova York nas questões de acessibilidade e que existem criticas da implantação do projeto. Sra. Juliana ainda complementa que a cartilha de conscientização e manual básico de adaptação vai ser entregue pelos fiscais nos comércios e hotéis na semana que vem. Sr. João Gabriel questiona quanto às vagas de estacionamento para pessoas com deficiência que estão sendo utilizadas por pessoas que não precisam da mesma. Sra. Juliana diz que podemos fazer uma sensibilização para a população sobre a importância do projeto e ser mais rigorosos com todo processo afinal o destino é referência em acessibilidade e isso está causando uma repercussão muito grande diante de todos. Sr. Michael Golo levanta a questão de atividades de aventura que somente o Campo dos Sonhos e Parque dos Sonhos estão adaptados, sendo que todas operadoras e parques se comprometeram entrar neste processo. Ainda no assunto de acessibilidade Sra. Juliana comenta que Marcelo Fratini deixou a presidência do COMDEF e o novo presidente é o Sr. Dervino Santin e o vice é a Sra. Therezinha Aldecoa. Sr. Franks Prado, coordenador da comissão marketing, diz que a participação dos membros vem caindo cada vez mais. Complementa que a última reunião foi realizada no dia 31 de Agosto com os seguintes assuntos: Proposta da Revista Viverde, Proposta da Revista Mundo Eco, aplicação do logo Socorro Caminhos da Natureza, Placas dos corredores turísticos complementando as empresas no projeto fase 2, poluição de placas no corredor turístico do rio do peixe. Inclusive é sugerido que o COMTUR encaminhe um pedido ao Departamento de Turismo para rever a situação. Ainda na comissão de marketing, foi questionado sobre o FATU – Festival Brasileiro de Aventura e Turismo – para reavaliar se o evento traz um grande público e se é de extrema importância existir já que o evento não é oficial da cidade. Então é definido em Assembléia que o assunto tem que ser levado à diretoria do COMTUR para ver quais ações podem ser tomadas, e que, os organizadores do evento pudessem fazer uma discriminação dos valores repassados pelo COMTUR. Na comissão pró cultura o Sr. Domingos Palasi diz que Socorro participou no Revelando São Paulo na parte de artesanato e também de turismo rural. A feira contou com orquestras de viola, congadas, culinária, artesanatos. Foi um encontro cultural de cidades paulistas. Passaram no primeiro final de semana de feira em torno de 380.000 pessoas. Sr. Kadu Ventura informa que na Adventure Sports Fair deste ano teve um público menor e um numero menor de expositores, mas que Socorro esteve presente com um stand institucional, um stand do Campo dos Sonhos, um stand do Parque dos Sonhos, um stand do Circuito das Águas, um no evento da Summit e inclusive foi patrocinado um jantar de R$50.000,00. Sr. Michael Golo enfatiza a falta de envolvimento dos empresários de aventura, já que a feira traz um beneficio grande para eles mesmos. No turismo rural, D. Bete Pares diz que Flávio, representante do núcleo, está em São Paulo na feira e ela está o representando na reunião. D. Bete diz que o núcleo está participando da feira Revelando São Paulo e que está apresentando no jornal toda semana as ações do núcleo. Sr. Hélio fala que o núcleo de hospedagem está apoiando o FATU e estão participando também do folder de aventura da Adventure, e que na mesma semana, alguns empresários do ramo de hotéis irão a EQUIPOTEL, que é uma feira voltada a hoteleiros desde negócios a conhecimentos em geral. Sr. José Fernandes, antes de passar a palavra ao núcleo de ambientalistas, parabeniza os 10 anos do projeto Copaíba e deseja que o mesmo continue desempenhando projetos ao lado do turismo. Sr. João Gabriel, representante do núcleo de ambientalistas, informa que o endereço de e-mail e blog contra a construção das mini PCHs foi alterado pois o nome de Cachoeiras Vivas sobressaiu. O e-mail é cachoeirasvivas@yahoo.com.br e o blog é cachoeirasvivas@blogspot.com.br. Agora a ação é se empenhar em terminar de arrecadar assinaturas ao abaixo assinado. João informa que já foram arrecadadas 8.000 assinaturas entre Socorro, Munhoz e Bueno Brandão e que na última quarta feira foi protocolado dois licenciamentos na superintendência do órgão licenciador das usinas que pretendem construir nas cidades mineiras. João complementa que foi criada uma comissão que se reúne com os secretários de turismo e que Marisa está indo para Brasília apresentar ao deputado Ricardo Trípoli a proposta para vetar a construção das usinas. Sr. José Fernandes sugere entrar em contato com a ABETA para que eles se manifestem, pois há algum tempo 7 (sete) estados pediram a ABETA mobilização contra mini usinas e esta ação tomou um nível nacional. Sr. João Gabriel sugere que todos empresários recebam antecipadamente as pautas da reunião com pelo menos uma semana de antecedência para que todos possam se posicionar. Sr. Vice José Fernandes informa que o próximo assunto em pauta é o orçamento do COMTUR para o ano de 2010. Sr. José Fernandes diz que o assunto foi discutido na diretoria do Conselho, e solicitado aos núcleos a proposta de cada um. Complementa que a validação é dada dentro da Assembléia e que o foco das ações é diretamente ligado ao turismo. As cláusulas foram divididas em duas partes, a primeira sendo como a mais importante. Foram discutidos item por item e cada um deu sua opinião. Sr. Franks Prado coloca sobre a verba tão alta dos eventos de aventura que precisaria fazer uma revisão. Então fica definido que a Adventure Sports Fair continua com o valor de R$25.000,00 desde que tenha uma contrapartida dos empresários do segmento de 40% do valor. Sr. Michael Golo sugere que nos eventos de aventura deveria ser estipulado um valor x e depois analisar quais eventos são de grande importância. Sr. José Fernandes informa que a Socorro Expo Fair não foi contemplada com os R$50.000,00, mas que será contemplada com R$15.000,00 para a participação dos núcleos, e que o valor total pode sair do Departamento de Indústria e Comércio. Sr. Franks Prado sugere que a verba da assessoria permaneça desde que pudesse remanejá-los. A semana de conscientização turística no valor de R$20.000,00 para trazer palestrantes de peso. Na Assembléia todos concordam que os tótens turísticos fique na primeira prioridade, que se coloque um no Paço Municipal para testar. Sr. Franks Prado questiona o porquê do Festival de Inverno não entrar no orçamento. Então fica definido o valor de R$45.000,00 para o Festival. Ao final aprovado pela Assembléia fica acordado que o orçamento será encaminhado ao jurídico e logo após passará em audiência pública para ser aprovado. Sr. José Fernandes justifica a ausência de Patrícia Guerra e Carlos Tavares, e faz um lembrete: Restam apenas 2(dois) meses para uma nova diretoria do Conselho, então cada segmento tem que escolher seus representantes e suplentes para que se de uma nova cara ao processo. Ao final, a Sr. Vice Presidente agradeceu a presença de todos. Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a reunião. Eu Ana Paula Montheiro Nunes, secretária, escrevi e assino juntamente com o Sr. Vice Presidente Sr. José Fernandes Franco a referida ata.

Compartilhe:

Voltar