Ata 169

Ata 169 – Ao nono (9) dia do mês de Novembro de dois mil e nove (2009), na sede do Rotary Club de Socorro, realizou-se a reunião ordinária do Conselho Municipal de Turismo, COMTUR, com inicio, às 20h30. Encontravam-se presentes a Sra. Paula Maria de Almeida Chehouan José, Presidente do Conselho, membros da diretoria e dos vários segmentos representativos, conforme segue lista de presença. Após a abertura da reunião Sra. Presidente solicita a Valderez que faça a oração ecumênica da noite. Sra. Presidente solicita a leitura da ata 168, sendo a mesma aprovada por unanimidade. Sra. Presidente informa que o CNPJ do Conselho continua sendo utilizado o da Prefeitura Municipal e que a prestação de contas continuará com a mesma formalidade de sempre. Sra. Presidente concede a palavra ao Sr. Carlos Tavares o qual informa que foi realizado o Seminário do Ministério do Turismo junto ao Instituto Casa Brasil, tendo como objetivo mostrar o trabalho que é realizado em Socorro, principalmente por ser referência em acessibilidade. O evento atingiu as expectativas apesar de poucas participações do público socorrense, pois o Seminário era limitado e as exigências vinham do próprio MTUR. Sr. Carlos Tavares complementa que o evento será realizado nas 10 (dez) cidades referência. Em seguida Sra. Presidente informa que a diretoria do Conselho elencou algumas prioridades para serem contempladas pela verba do DADE que é de aproximadamente R$1.800.000,00 e que as prioridades devem ser votadas pela assembléia. Ficando assim: Ampliação do Prédio do museu, pista do aeroporto, recinto de exposições, infra-estrutura da Praça da Matriz, Horto Municipal e placas dos corredores turísticos (segunda face) com portais nos mesmos. Após o Sr. Carlos Tavares informa que a decoração de natal deste ano vai ser utilizada no ano passado, em parceria com a ACE, pois o projeto apresentado não foi viável. O Sr. Carlos Tavares informa que no dia 11/11 em Lindóia terá uma reunião do Circuito das Águas para fechar o planejamento de 2010, e que a presença de um membro da ACE e do COMTUR é importante. Sra. Presidente solicita descrição das ações das comissões e núcleos. Sr. Franks Prado, coordenador da comissão de marketing, informa que a mesma se reuniu duas vezes no mês e que recebeu a proposta da Sauer Comunicação, e que a comissão irá fazer uma contraproposta para reduzir o valor e englobar somente o que a cidade realmente necessita e na próxima reunião será apresentado. Além das propostas da Sauer outros veículos de comunicação também mandaram propostas e que ficaram em aberto para negociação. A assessoria de imprensa esteve representada pela Maria Helena a qual informou que no Seminário do MTUR teve acompanhamento de Daniel da assessoria, e entre outras ações como divulgar o Festival de Fotografia, Festival de Aventura e a pedido da comissão um FAMTUR para dia 27/11, o qual participará da abertura do Festival. O carnaval e fim de ano já estão sendo divulgados também. Ainda na comissão de marketing, o Sr. Franks Prado comenta que na próxima sexta haverá uma reunião de trabalho para definir a revisão do mapa turístico para encaminhar a revista Guia do turista. O Sr. José Fernandes complementa e reforça sobre o logo Caminhos da Natureza que tem que ser utilizado como oficial, e que inclusive seja utilizado pela prefeitura. Sr. Raul faz a consideração sobre a Península Dom Raul ser contribuinte e não aparecer dentro do mapa. Franks diz que foram definidos critérios e que restaurantes não entram no mapa, pois se colocarmos um, teríamos que colocar todos, e isso causaria uma poluição visual muito grande. Sra. Juliana Chehouan, comenta que o COMDEF estará realizando um evento esportivo de acessibilidade no dia 29 de Novembro no Ginásio Municipal de Esportes com 2 (duas) modalidades de deficientes visuais. É um evento de conscientização e inclusão social, e inclusive para esclarecer a população todo processo que Socorro está passando. Ainda no dia 11 de Janeiro acontecerá um outro evento de basquete para cadeirantes. Sr. Michael Golo diz que dia 10 de Novembro haverá uma reunião com a AVAPE em São Paulo, no qual irão montar o Projeto Aventureiros Especiais 2, e também uma parte do Socorro Acessível 2 que será a parte dos cursos de qualificação. Os Srs. Michael Golo e José Fernandes irão participar. Sr. Domingos Palasi comenta que o sarau teve uma participação muito grande, e que teve uma assembléia no dia 30 de outubro de 2009 para definir 5 delegados municipais e ainda terá uma nova reunião para definir um delegado estadual. Sr. Sebastião Ginghini informa que de 27 de Novembro à 06 de Dezembro estará aberta a temporada de aventura com o Festival de Aventura e de Fotografia. Neste período as atividades de aventura terão descontos de 25% a 50% nos parques da cidade.Terão outras atividades também como: FAMTUR e exposições de painéis em pontos estratégicos, onde a prioridade é que a população em geral possa conhecer as estruturas dos parques. Sr. Sebastião coloca a dificuldade do núcleo em trazer o pessoal do vôo livre nas reuniões. A prática da atividade no Pico da Cascavel vem sido aplicada de forma irregular prejudicando até mesmo o nome da cidade. Sra. Presidente sugere que o presidente da associação do vôo livre seja convidado a participar de uma reunião do núcleo de aventura e que seja exposto a ele a importância da segurança e infra-estrutura que o local e os instrutores devem oferecer. Sr. Michael Golo comenta que a associação dos voadores procurou o departamento de turismo para se regularizarem diante da fiscalização. Sr. Luciano Taniguchi diz que esteve presente em Socorro uma equipe do Ministério do Turismo, para executar uma filmagem na cidade. Socorro ganhou este filme por hoje ser referência em acessibilidade, além disso recebemos também a visita de um fotografo que tirou algumas fotos para manter um banco de dados do MTUR e inclusive para a Copa do Mundo. No núcleo de hotéis Sr. José Fernandes diz que o Governo do Estado de São Paulo escolheu algumas cidades para fazer investimentos na área de hotelaria e que Socorro está entre elas. A prefeita pediu que o núcleo se manifestasse quanto aos investidores que gostaríamos que viessem para Socorro.A carta foi feita e nela foi descrita alguns itens que agregassem valores na hotelaria de Socorro. Sr. Flávio Meneguelli expressa sua felicidade diante da escolha do núcleo em colocá-lo em mais um ano como representante do núcleo e a Sra. Bete Pares como sua suplente. Sr. Flávio comenta que no seminário do MTUR teve uma palestra de Santa Catarina, onde lá eles são referência em turismo rural. Foi passado um filme sobre a Acolhida da Colônia onde puderam observar que o nosso turismo rural não deixa a desejar, mas que podemos tirar como exemplo as boas práticas utilizadas por eles. As reuniões do núcleo tem sido itinerantes, cada semana é feita em uma propriedade. O núcleo também está criando alguns roteiros para comercialização, mas que ainda falta estruturá-los. Sr. João Gabriel, representante do núcleo de ambientalistas, comenta que a prefeita conseguiu se reunir com o atual diretor da ANEEL e que se a cidade não quiser usina, não vai ter. João diz que na última viagem à Brasília foi apresentado um vídeo e um relatório técnico e sócio econômico em prol das cachoeiras vivas. A intenção é que quando o órgão licenciador nos visitar para dar o laudo, esse material ajude a optarem pela não aprovação. Também durante a viagem a Brasília, o prefeito de Bueno Brandão, que era o líder da frente contra a instalação das mini CGHs, se mostrou a favor da instalação das mesmas e que está analisando o projeto. João ainda deixa um relato dizendo sobre a manifestação do Joaquim da Mogiana que é a favor das mini usinas e inclusive usinas maiores. Sendo assim, João disse que ele e sua empresa, a partir daquele dia, estariam parando de comprar no empreendimento dele. Michael comenta que durante a Feira da ABAV no Rio de janeiro, ele e Sr. Carlos Tavares conversaram com Airton Pereira do Ministério do Turismo, e o mesmo relatou que o assunto já está no Conselho Nacional de Turismo. Sra. Presidente diz que aqui estamos para representarmos a sociedade civil e que temos que ser politicamente corretos e não ultrapassar os limites, pois o que ele quer é obter audiência no seu programa. Sr. Sebastião complementa o assunto dizendo que recebeu o convite de ir até a rádio para esclarecer fatos do que é real e não, quanto a construção das mini usinas. Ao final, a Sra. Presidente agradeceu a presença de todos. Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a reunião. Eu Ana Paula Montheiro Nunes, secretária, escrevi e assino juntamente com a Presidente Sra. Paula Maria de Almeida Chehouan José a referida ata.

Compartilhe:

Voltar