Ata- 186

18/04/2011

ATA 186 – Ao décimo oitavo (18) dia do mês de abril de dois mil e onze (2011), na sala de reunião do Rotary Club, o presidente Sebastião Ginghini abriu a reunião, apresentando Marcia Malicheski, presidente do COMTUR de Caxias do Sul, e a prece ecumênica foi feita por Eder Geovani Sambo. O presidente Ginghini informou que a data do evento que inauguraria extra oficialmente o aeroporto foi adiada e será no mês de agosto, por problemas logísticos. José Fernandes disse que a questão do vôo livre deve ser regulamentada pela prefeitura e que a Abeta ainda não tem regulamento legal para a operação dos vôos duplos. Com relação às miniusinas, já foi oficializado que não será construída em Socorro, mas que Munhoz e Bueno Brandão, do estado de Minas Gerais, aprovaram a construção. O Sr. João Gabriel Tannus disse que o parecer contrário do Comdema, por ser um conselho deliberativo, ajudou a prefeita Marisa a negar a outorga para a construção da miniusina. A ANA (Agência Nacional de Água) deu enfoque ao turismo, se seria prejudicado ou não. O valor cênico seria prejudicado e apresentaram propostas para que isso não acontecesse, com recalque em uma das cachoeiras, para dar evasão à outra, na época da seca do rio. Em seguida, foram indicados os representantes do COMTUR no COMDEPACNAS: como titulares, Maria Lucia Fagundes e suplente Marinilda Bertolleti Boulay, e Stela Maris Ferreira Calafiori e suplente Carlos Tavares. Em relação à prostituição que ocorre na estrada do Contorno, o parecer do advogado da ACE é que prostituição não é crime. Haveria problema se houvessem travestis menores de idade, se estiverem praticando atos obscenos ou a prática de agenciamento, o que foi confirmado pela Guarda Municipal, não havendo nada a fazer nesse sentido, para que possa interferir. Essa resposta será dada ao núcleo de hospedagem, que solicitou providências. Sr. Xavier levantou a questão das drogas, com venda feita no centro da cidade, e a GM disse que não é fácil pegar. É necessário um serviço de investigação, mapear tudo, para que o flagrante seja feito com sucesso. Outro assunto foi à transferência de R$ 5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais) que o COMTUR fez ao Guia da 3ª Idade, que deu mais uma página para a cidade de Socorro. Sr. Carlos Tavares falou sobre a Reatech, uma feira que continua sendo uma grande opção para Socorro, visitada por pessoas de nível muito interessante para a acidade. Durante a feira, o governo do estado de São Paulo, por meio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência divulgou o Congresso Brasileiro de Turismo Acessível, que será realizado em Socorro, de 28 a 30 de setembro deste ano. Várias autoridades já se posicionaram, dizendo que estariam presentes ao congresso que também será divulgado durante a Adventure Sport Fair. A Reatech foi excelente para Socorro, com um movimento e um porte bem maior que o ano passado, e bateu o recorde de público. O congresso pode trazer 1.500 participantes, nos três dias, e precisamos nos posicionar, e o comércio tem de se mobilizar. Sr. Marinilda Bertolleti Boulay, disse que tem uma exposição audiovisual de pessoas com deficiência visual, que poderia ser apresentada durante o congresso e essa oferta será sugerida à coordenação do congresso. Outra ação seria do setor de malharia, que poderia pensar em roupas para facilitar a vida dos deficientes e de pessoas com mobilidade reduzida, com desfile e vídeos. Sr. Flávio Meneguelli, que esteve presente na feira, disse que pessoas de todo o Brasil já tinham ouvido falar de Socorro e quem não conhecia a cidade dizia que gostaria de conhecer. O congresso está crescendo de uma maneira grandiosa e está crescendo de uma maneira grandiosa, tomando um vulto muito grande e o poder público tem de correr para deixar a cidade acessível, e o comércio também precisa ser mobilizado. Enfatizou o fato de Socorro não poder ficar de fora das duas feiras: Reatech e Adventure Sports Fair. Outra feira que também foi fantástica para Socorro foi a Aviestur, em Campos de Jordão, e o projeto piloto Roteiro de Cicloturismo poderá ser feito no Circuito das Águas. Socorro foi a única cidade no stand do Estado de São Paulo que levou pacote formatado para os agentes de viagem, com os diversos roteiros. Sr. Flávio recebeu um convite da Avape, que deseja montar uma Avape Regional e uma Fenavape em Socorro. Sr. Presidente, Sebastião Ginghini ressaltou a grande responsabilidade que Socorro assumiu com o Congresso e temos que fazer o impossível e nos prepararmos bem para Socorro se destaque ainda mais no cenário nacional. Nas informações dos núcleos e comissões, o Núcleo de Aventura disse que as compras coletivas comprometem a qualidade do nível de turismo de nossa cidade, e que o site deveria ser só para divulgação e não para venda dos esportes, pois o preço barato compromete a qualidade. Os empresários que entraram na compra coletiva não obtiveram nenhuma vantagem, pois não se consegue o valor real. Estão estudando o assunto no núcleo, para chegar a um consenso. Márcia, de Caxias do Sul, sugeriu que o número de pessoas e os dias da semana deveriam ser limitados, os locais com horários e acompanhantes devem pagar o valor real. O Núcleo de Turismo de Aventura informou, ainda, que a Abeta regional vai dar um curso de capacitação e qualificação dos profissionais da área, e que é necessária uma integração da cidade, em três vertentes, uma para empresários, no dia 10 de agosto, de tirolesa, arvorismo e rapel. Para o rafting, será em 2012. Quanto à Assessoria de Imprensa, a contratação é necessária, com urgência, e tudo já foi enviado à prefeitura, para a contratação, e o processo está correndo. No Núcleo dos Hotéis, o assunto mais discutido foi a ABIH e Ecade. Com a associação à ABIH, não vão aceitar cobrança de TV nos apartamentos e estão sendo defendidos por advogados da entidade. Nos apartamentos não há como fazer averiguação do tempo usado para assistir à TV e não há como cobrar por isso. O segundo assunto é sobre o preço de hotéis, com algumas promoções com preços muito baixos no meio da semana, prejudicando as pousadas. Devem estudar outras opções para os hotéis. João Gabriel disse que o que mudou foram os hotéis que tinham lotação no meio de semana, e agora não tem mais, provavelmente por falta da Assessoria de Imprensa, que teve reflexo na cidade, como um todo. Vão estudar uma política de preços para pousadas e hotéis, pois o Ministério do Turismo fará uma regulamentação dos empreendimentos de turismo até a Copa 2014. Candinho, da imprensa falada, disse que a matéria sobre passeios com cachorros, da Rios de Aventura, que saiu na Globo, teve grande repercussão. O Núcleo de Turismo Rural disse que a EPTV fará uma matéria sobre o Turismo Rural – o festival Gastronômico na Roça, e que o roteiro do Turismo Rural está sendo feito. O representante do Moda Shopping contou que os empresários da Feira de Malhas não querem mais participar da Expomalhas e que o Moda Shopping fará alguma programação diferente, sozinho. O representante do COMDEMA disse que o conselho continua tocando o que tem de fazer e vai apresentar o parecer do sistema coletivo da Sabesp e um relatório sobre políticas públicas sobre enchentes. Em relação à fauna, especialmente às garças, surgiu a vontade de fazer um projeto de sinalização do corredor turístico do Rio do Peixe, em conjunto com o COMTUR, unindo as duas áreas: Turismo e Meio Ambiente. Foi pedido para montar uma comissão conjunta e o COMTUR indicou o Sr. Michael Gollo como representante, nessa comissão. O departamento de Cultura convidou todos para assistirem à peça teatral de Craudete e a vida alheia. Carlos Tavares informou que a proposta de revisão do regimento Interno deverá ser analisada pela diretoria e apresentada à plenária. Quanto ao calendário da administração das estradas, que ficou de fazer com uma comissão heterogênea, todos estão se afastando e não consegue montar a comissão. Haverá uma reunião em Águas de Lindóia, feita pelo Sebrae e o pessoal gestor, que vai sacramentar o projeto de roteirização do Circuito das Águas Paulista e os empresários que não estiverem presentes na reunião, não serão beneficiados. Antes do encerramento, a presidente do Comtur de Caxias do Sul sugeriu que, em relação à segurança, enviar pedidos repetitivos, um atrás do outros, solicitando aumento no efetivo da polícia; incentivar o pessoal qualificado em inglês e espanhol; ressaltou que o turista quer conhecer a cultura local, sem a sofisticação de grandes centros; falou sobre a importância do bom atendimento no comércio, e que o bem-receber tem que ser feito com prazer, para atrair e conquistar o turista. Terminou sua fala, dizendo que adorou a cidade e pretende voltar, com a família. Ao final, o Sr. Presidente agradeceu a presença de todos. Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a reunião. Eu, Maria Tereza Ferraz do Carmo, 1ª secretária, redigi e assino juntamente com o Presidente Sr. Sebastião Ginghini a referida ata.

 

 

Compartilhe:

Voltar