Ata 244

Ata 244

Ata 244 – No dia 15 de Fevereiro de 2016, na sala municipal dos conselhos, realizou-se a reunião ordinária do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo. A reunião se inicia com a leitura e aprovação da ata anterior. Após, a palavra é passada para Silvana – assessoria de Imprensa, onde ela expõe as pautas trabalhadas no mês, e os projetos futuros – divulgação dos próximos eventos, entre outros. Na sequência, O presidente Dr. Vitorio pede para que a secretaria – Deise, faça um ofício para o núcleo de hospedagem, questionando o núcleo a respeito da ausência do coordenador nas reuniões deste conselho. Com o andamento dos trabalhos, Xavier pede a palavra para informar que haverá uma reunião do Rebasi- Núcleo de Restaurantes, bares e similares, dia 23 de Fevereiro, às 20H, com o intuito de iniciar ações que venham fortalecer esse segmento. Também será falado dos detalhes de um jantar de confraternização pelo retorno das ações desse núcleo, e Xavier finaliza comunicando que o jantar provavelmente será realizado no hotel recanto da cachoeira, e que é possível que a primeira ação do núcleo seja um festival gastronômico. Sendo assim, Deise sugere que a nova facilitadora dos núcleos participe dessa reunião para se inteirar das ações. Dando andamento, o presidente informa que Marcos voltou a presidência da associação comercial, e eles estão dispostos a ajudar o conselho em relação aos núcleos, e ao empreender. Ainda sobre os núcleos, Elisandra optou por não continuar à frente dos trabalhos, e sendo assim Isabela assumirá a gestão dos mesmos a partir do mês de Dezembro. O Presidente ainda informa que a ACES já quitou o débito que existia com o COMTUR e passa a palavra para Ana Luiza – tesouraria, onde ela relata que o COMTUR possui na conta do Sicoob R$466,70, (quatrocentos  e sessenta e seis reais e setenta centavos) e que ela precisa do empenho de todos aderindo aos pacotes de serviços do Conselho, para mudar essa situação a qual o COMTUR está passando. Dando andamento, Acácio pede a palavra, e informa que a corrida de aventura por intermédio da prefeitura, está cancelada. Porém, uma empresa irá manter a mesma para o dia 19, e a prefeitura não terá que desprender de recursos financeiros. Já o campeonato de rafting, está mantido para ser realizado entre os dias 01 a 03 de Abril e a base do evento será no Parque do Monjolinho. Ainda no turismo de aventura, é informado que o respectivo núcleo está se mobilizando para criar um circuito de Arvorismo no moda Shopping, e para encerrar o assunto da aventura, é questionado a respeito da regulamentação e normatização da segurança nas atividades de turismo de aventura. O presidente dirige a palavra para o núcleo de hospedagem, onde é explanado que o retorno do carnaval por parte dos turistas foi muito positivo, principalmente no que tange aos blocos e ao baile. Porém, Daniel frisa que a ideia é boa, mas ainda precisa-se ajustar algumas coisas. Ainda com o tema do carnaval, Acácio comenta que cerca de 3000 pessoas passaram por dia no Mirante do Cristo, enfatiza que este ponto tem sido um dos mais visitados pelos turistas. Dr. Vitorio concede a palavra para Charles, que fala novamente a respeito da cavalgada com capacete aberto, e a operação dos passeios de quadricíclo onde os condutores passam por sua base descasos, trazendo risco ao turista, que providências precisam ser tomadas. Na sequência Wellen, reforça a fala do Acácio a respeito do carnaval no mirante, e fala que o núcleo rural esteve no revelando, e foi muito bom o evento, apesar de alguns probleminhas que houveram com o cartão. Ainda com os núcleos, Mário fala em nome da hospedagem, e diz que único ponto que atrapalhou as ações do carnaval foi a chuva. Na comissão de Marketing, é explicado que existe a necessidade de uma verba para o marketing digital institucional mensal para evidenciar o nome do destino nas mídias sociais e divulgar os eventos existentes, então a verba de R$2.000 (dois mil reais) é aprovado por unanimidade. Ana Luiza reforça que quando as pessoas pensam em turismo de aventura, se pensa em Brotas, e quando se compara as duas cidades, Socorro não deixa a desejar, por tanto, é necessário a divulgação do destino Socorro. Ainda no marketing, a comissão está fazendo um planejamento para minimizar as reclamações com as arrecadações dos empreendimentos de turismo de ultima hora do Luzes de Natal. A intenção é antecipar a busca por recursos e planejamento de ideias, terceirizar a captação de recursos e a empresa terceirizada ganhar uma porcentagem do recurso. Ainda no tema “Luzes de Natal”, Acácio diz que já houve uma reunião do Luzes nesse ano, e que a comissão quer trazer o formato da organização usado no 1º ano onde a equipe maior se dividia em subcomissões e cada uma delas cuidava de uma área específica. Ele diz que nos últimos anos houveram contratempos que impediram essa proposta de trabalho, mas que no ano de 2016 será assim. Acácio ainda com a palavra, enfatiza que o fluxo de turistas não só no final do ano, mas durante ele todo, é a peça chave para o sucesso das ações do “luzes de natal”. A ideia é aceita por todos então é criado uma comissão composta por Ana Luiza, Marcos (ACES) e Mário, com o intuito de iniciar as ações para a captação dos recursos. Dando andamento, Ana Luiza toma a palavra, e sugere a compra de 2 pop up banner, e um back drop, que ficará no valor de R$8000,00 aproximadamente e servirá para divulgar a imagem do destino nos eventos internos e externos que o município participa. Elsa pede a palavra, e frisa que tem notado dificuldades para os turistas compreenderem a zona azul, e sugere que seja divulgado maiores informações a respeito de onde comprar, quantas horas ele pode usufruir, etc. Dando continuidade nos trabalhos, Dr. Vitorio traz que o COMTUR irá solicitar que todas as obras realizadas com recursos do DADE, sejam expostas antes ao conselho, para que o mesmo emita parecer sobre as referidas. Na sequência Mário sugere que a partir de agora todas estradas possuam ciclovias, já que  a implantação das mesmas é obrigatória por força de lei. Na sequência as prioridades do Conselho para essa gestão são debatidas, e é sugerido que seja incluída a construção de um auditório multiuso no recinto de exposições. Para finalizar o Presidente abre a palavra para o empresário Kiko do Parque de Aventura Kango Jango que agradece pela participação e receptividade na reunião. Sem mais para o momento, eu Deise Formagio Cavazan redijo e assino a presente ata junto do presidente Dr. Vitorio José Zuccon.

Compartilhe: