Ata 271

ATA 271

Ata 271- No vigésimo primeiro dia do mês de Junho, ás 19h00, na Sala dos conselhos Sr. Vivaldo Lopes Martins, o COMTUR, Conselho Municipal de Turismo, por intermédio de seu Presidente Luiz Eduardo Bovi da inicio a reunião do mês de Junho. Eliza toma a palavra e faz a leitura da ata 270 que é aprovada por unanimidade. Eduardo toma a palavra e relembra sobre o espaço na Feira Permanente de Malhas, que pertence à Prefeitura e foi concedida ao COMTUR para divulgar o turismo da cidade, Deise comenta que a Feira Permanente de Malhas solicitou um documento assinado pelo Executivo concedendo o mesmo ao COMTUR e José Fernandes diz que este espaço já foi muito bem utilizado para divulgação da cidade e todos concordam em planejar uma nova maneira de utilizá-lo. Deise informa que até o momento não foi realizada mais movimentações financeiras. Eduardo aproveita para lembrar que o investimento para a construção dos pórticos turísticos que estão sendo instalados foi bem alta, porém tem percebido que o material não é de boa qualidade e solicitou que o processo de licitação aprovado por tal seja analisado para garantir que esteja sendo implantado conforme expectativa e contrato realizado anteriormente. José Fernandes toma a palavra e lembra que é de responsabilidade da secretaria de turismo estar verificando e Acácio informa que entrou em contato com os responsáveis onde informaram que haverá um tratamento da madeira utilizada. Charles também informa de que questionou sobre as madeiras utilizadas. Abre-se uma discussão entre todos e Eduardo finaliza buscando reunir alguns responsáveis e representantes garantir que aquilo que foi aprovado esteja sendo executado da maneira em que foi contratada. Deise apresenta as decisões tomadas dentro da Comissão de Marketing e informa que o novo layout do site já está em funcionamento, com categorias de filtros que facilitam atender públicos específicos. Em seguida relembra sobre o Arraiá na Praça que será realizado entre os dias 29 e 30 de Junho e que 14 meios de hospedagem já adquiriram o lenço para participar da quadrilha, onde serão distribuídos para seus hóspedes e comenta que aqueles que trabalharão nas barracas também estarão vestidos a caráter. Também foi apresentado o roteiro do Roda SP (21/6 a 6/7), que foi formatado pela Secretaria de Turismo do Estado e informa que os ingressos para os passeios terão um custo de R$10,00 (dez reais) por pessoa e podem ser adquiridos através do site, na hora com o guia ou no Moda Shopping e pede para que quem puder estar divulgando este projeto. Deise informa que o Circuito das Águas está com um novo site, com um formato bem parecido com o de Socorro e estaremos recebendo leads deste também. Que é importante que todos passem informações corretas sobre suas empresas para que possam ser divulgadas, pois teremos senhas de acesso, podendo assim divulgar nossos eventos no mesmo, desde que seja incluído o logo do Circuito nas divulgações. Ainda na pauta do Circuito das Águas, o mesmo fechou o projeto Circuito Inverno das Águas, divulgando as 09 cidades do circuito com matérias diárias sobre curiosidades e eventos, onde jornalistas estarão rodando as cidades durante os dias 15 de Junho a 15 de Julho. Deise comunica que realizou uma reunião no dia 6 Junho com representantes de cada Núcleo para discutir a participação de Socorro nas Feiras Adventure e Avirrp, já desenvolvendo uma estratégia de participação nas mesmas, sugerindo a elaboração de uma escala entre os empreendimentos com interesse para que os mesmos permaneçam nas feiras trabalhando o marketing de suas empresas. Deise também informa que através de uma negociação, conseguiu reduzir o montante a ser investido na Adventure. Eduardo toma a palavra e sugere enviar um comunicado oficial para todos os empreendimentos e que os interessados deverão confirmar participação até o final do mês de junho para que então possa ser finalizado um planejamento que atenda às necessidades de uma participação com bons resultados. José Fernandes toma a palavra pedindo para que seja evitado reclamações desmotivadoras através daqueles que não demonstrarem interesse na participação, lembrando aos presentes que é muito importante estar presente nas mesmas afinal, se você não se faz presente e não é visto, é como se você não existisse como turismo. Charles lembra que a ideia de participação na Avirrp seja levar as agências de viagens para comercializarem alguns pacotes pré-elaborados, sugerindo pacotes de final de semana, feriados e final de ano. Deise fala um pouco sobre o projeto de boas práticas de sustentabilidade ambiental desenvolvido pela Abraturr e convida aos interessados estar participando, lembrando que até o momento as únicas empresas que demonstraram interesse foi o Grupo dos Sonhos e Café 7 Senhoras, então Daniel Rosa se prontifica dizendo que o Mirante Pedra Bela Vista também tem interesse, confirmando sua participação. Deise apresenta o calendário das próximas feiras que estarão acontecendo nos próximos dias e não estaremos participando como expositores, mas que são interessantes para os empresários visitarem. Eduardo toma a palavra para falar obre o projeto Luzes de Natal, que ainda estão aguardando maiores decisões e comenta que o Tiago vem tentando viabilizar o projeto, mas caso os empresários não se manifestem e não demonstrem interesse em realizá-lo neste ano, será bem difícil concretizá-la. Eduardo acredita ser necessário elaborar um novo formato para o Projeto e definir uma abordagem mais concreta para atrair maior interesse nas participações, com ações que possam refletir a divulgação dos colaboradores e patrocinadores trazendo resultados para os mesmos como, por exemplo, uma melhor visibilidade do investimento. José Fernandes acredita que o ideal é profissionalizar o evento com contratação de uma empresa responsável. Eduardo informa que para que isso venha acontecer há uma necessidade de aceitação pelos responsáveis da mudança do projeto uma vez que parte acredita no engajamento de toda a sociedade para efetivá-lo. Lígia toma a palavra para falar sobre a Comissão de Meio Ambiente, informando sobre reunião realizada junto à secretaria de Meio Ambiente para estar colaborando com os projetos futuros e que está sendo estudada junto à CPFL a melhor forma de reativar o Parque da Usina para que venha a se tornar um ponto turístico. Abre-se um espaço para discussões sobre projetos de sustentabilidade e normas da ABNT onde José Fernandes e Jaqueline falam um pouco sobre consultorias que estarão recebendo em suas empresas e Eduardo acredita ser de suma importância trazer esta oportunidade para que demais empresários tenham conhecimento e oportunidade de implantar estas normas em seus estabelecimentos. Jaqueline diz acreditar que o Comtur deve elaborar um trabalho de conscientização com um prazo para que todos venham a se adequar e se regularizar. Seguindo a Comissão dos Caminhos Turísticos pede para que aproveite a oportunidade da instalação dos Portais nos Caminhos para discutir a necessidade de se colocar corretamente informações dos empreendimentos situados em cada caminho. Deise declara que a Secretaria de Turismo, através do Departamento de projetos, pretende se  inscrever no Sistema de Convênios do Governo, SICONV,  com o intuito de angariar fundos para elaboração do Plano Diretor. Dada a palavra aos representantes dos núcleos, Flavio – representante do Rural – reafirma a participação no Arraiá e no Festival Gastronômico. Charles – representante da Aventura – comunica que vem sendo discutida a tomada de decisões através de mensagens via WhatsApp, porém para que isso possa ser feito, é de extrema necessidade a participação efetiva em reuniões com presenças físicas para que tenham um conhecimento real das ações e necessidades. Relata que foi informada a participação nas feiras já discutidas anteriormente e que há necessidade de tomadas de decisões para que se faça uma boa abordagem e traga resultados, também lembra sobre a participação do destino no Roda SP, onde algumas empresas que demonstraram interesse em receber o evento foram contempladas. Eliza – representante da Hospedagem – relata que na última reunião foram tomadas decisões para abordagem nas feiras onde algumas empresas já se manifestaram com interesse de participar e estar presente nos eventos e lembra que apesar do núcleo de hospedagem ter manifestado a vontade de se realizar o Arraiá, até o momento somente 14 hospedagens aderiram ao lenço. Deise justifica a ausência do Guilherme – representante do Gastronômico – e informa que será enviado a todos um calendário com horários de funcionamento dos empreendimentos de gastronomia e que o Voucher de descontos já está sendo elaborado para ser entregue aos parceiros. Deise toma a palavra esclarecendo que o Arraiá na Praça tem intuito de unir as hospedagens que sentiam a necessidade de realizar um evento deste porte para seus hóspedes e que foi estendido o evento aos demais Núcleos, que terão barracas comercializando produtos para arrecadar fundos para promover ações futuras que beneficiem a todos. Charles, Eliza e Daniel se prontificam para estar buscando uma maneira de melhorar o engajamento, participação e união entre os núcleos, para que todos os projetos, ideias e eventos tenham um melhor aproveitamento de todos. Deise lembra sobre discussões desnecessárias que vem acontecendo em alguns grupos de trabalho e que isso vem desmotivando alguns. Eliza pede ajuda para Charles esclarecer a finalidade dos grupos e quais assuntos devem ser discutidos em cada um. Charles toma a palavra representando a ASTUR declarando que toda a sua documentação está regularizada perante o jurídico e que está se reunindo junto à prefeitura para discutir a regularização do Mirante do Cristo. Informa que o convite de prestação de contas e Workshop ASTUR foi levado a todos os núcleos e o evento foi inserido no facebook para conhecimento de todos. Dada a palavra livre, Deise informa que a Secretaria de Turismo está em contato o coordenador da ETEC de Amparo com o intuito tentar trazer uma sala descentralizada do curso de turismo receptivo para Socorro, já para o ano que vem, e que em breve teremos novidades sobre o assunto. Após essa fala e nada mais havendo a tratar o presidente toma a palavra e da por encerrada a reunião do mês de Maio e eu Eliza redigi e assino a ata juntamente ao presidente Luiz Eduardo Bovi.

Compartilhe: