Ata 282

 

Ata 282 – No décimo terceiro dia do mês de Maio de 2019, as 19h00, na sala dos conselhos Sr. Vivaldo Lopes Martins, o Conselho Municipal de Turismo – COMTUR, por intermédio do seu presidente Luiz Eduardo Bovi, deu início a reunião do mês de Maio, Ana Luíza faz a leitura da ata anterior, que é aprovada por unanimidade. Ana Continua com a palavra e fala sobre o curso APRECESP / SENAC realizado em Jaú ou Taubaté uma vez por mês. Ela explana ainda que o curso tem como tema a governança e projetos do turismo e o COMTUR pode indicar um participante. Como houveram diversos interessados, decidiu-se realizar um sorteio para a escolha do participante, e o vencedor foi Charles Gonçalves. Ana ainda segue com a palavra, e informa que foi realizado a reunião sobre a sinalização dos pórticos nos caminhos turísticos, onde a comissão passou pelos locais e identificou os estabelecimentos com foco turístico e obteve o seguinte diagnostico: Lavras de Cima – Ficou de reavaliar um estabelecimento. Pereiras – O portal terá identificação dos estabelecimentos ali presentes, mas, há dois estabelecimentos que estão fora da pista, no entanto ficam numa estrada acessada através do caminho. Poderão ter o nome no portal, mas depois deverão se comprometer a sinalizar a rota até o empreendimento, assim que sair do caminho principal que se faz necessário seguir o padrão de placas da DER. Rio do Peixe e Pompéia seguem o mesmo padrão. Então, haverá um prazo a ser cumprido, que será estipulada no termo de compromisso a ser assinado pelo empreendimento que desejar regularizar sua sinalização. O prazo sugerido é de 90 dias, que é aprovado por unanimidade pelo conselho.  Zé Fernandes sugeriu fazer um folheto por caminho turístico para divulgação dessa estrutura, e é solicitado que a comissão de marketing defina o modelo e a viabilidade da ideia. Seguindo com os assuntos a se tratar, na comissão de Marketing, é informado os conselheiros a respeito de matéria publicada pela revista Viajar Pelo Mundo sobre Socorro, a evolução do projeto Conheça Socorro, projeto destinado há que o Socorrense conheça nosso turismo, e sobre a confecção de Roteiros do destino Socorro para eventos tal como a bnt mercosul. É informado ainda, que haverá treinamentos Online que ficarão disponíveis em um portal para que o empresário possa visualizar sempre que ele sentir necessidade. A respeito do projeto de marketing digital, é informado que será iniciado a produção dos conteúdos para web e divulgação do destino. Já quanto a feiras e eventos, é informado que a Adventure não irá acontecer e o dinheiro será usado para participação no ABETA summit, Zé Fernandes toma a palavra e aproveita para defender a participação na ABETA com relevância e ainda pontua que Socorro não deve só participar dda ABETA mais também de outras entidades. Na sequência o presidente toma a palavra, e reforça que será feita uma reunião para definir a nossa participação no evento, e questiona a Zé Fernandes quais seriam as entidades a termos maior representatividade, e Zé enumera Abeta, ABRATUR, ABIH, e Conselho estadual de turismo. Seguindo com a pauta, Bovi menciona sobre Luzes de Natal, onde questiona qual é  valor que deverá ser cobrado de cada empreendimento para patrocínio e Tiago informa que o coquetel para apresentação dos valores será realizado no dia 23 de maio de 2019 e solicita uma reunião prévia para 15 ou 16 de maio a fim de traçar estratégias. O próximo assunto a se discutir, foi o encontro de música e artes do conservatório municipal de Socorro, onde foi solicitado um apoio no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) que foi aprovado. Seguindo, é dito que foi assinado um convênio na semana passada para a realização do projeto Socorro empreendedor onde junto com SEBRAE será realizado treinamentos em inovação e sustentabilidade. Eduardo explica ainda, que o curso contempla Design Thinking, palestras e uma série de treinamentos em outras áreas de atuação. Seguindo com a reunião, no núcleo de hospedagem é informado que a ASTUR irá saldar a dívida com a ABIH, e levar a próxima reunião do núcleo o questionamento de quais empreendimentos querem pagar a associação à entidade. Seguindo com a hospedagem, Raphael faz a leitura da ata da última reunião, no rural Eduardo falou que o grupo estava sem representatividade e está praticamente dizimado, precisando se reestruturar. Já na aventura, Foi feita a leitura da pauta da última reunião, e informado que será solicitado a fiscalização para ir no Pico da Cascavel, pois tem gente voando sem ter condições. Na sequência, Alexandre do Moda shopping justificou que não vai fazer o evento festival de malhas no recinto, porque está muito difícil de receber e não tem como garantir que as mercadorias vendidas não são falsas. Em seguida, e nada mais havendo a tratar, o presidente Luiz Eduardo de Bovi deu a reunião por encerrada, e eu Ana Luiza Russo na ausência da secretária titular, redijo e assino a presente ata junto do presidente.

 

 

 

 

Compartilhe: