Ata 283

 

Ata 283 – No Décimo dia do mês de Junho, ás 19h15, na sala dos Conselhos Sr. Vivaldo Lopes Martins, o COMTUR – Conselho Municipal de Turismo, por intermédio do seu presidente Luiz Eduardo Bovi dá início a reunião e faz a leitura da ata anterior, que é aprovada por unanimidade. Na reunião da Comissão de Marketing realizada no dia 10/06 o Presidente começa falando sobre os pontos discutidos, o primeiro item da pauta foi sobre “Roteiros” que será lançado em agosto para a AVIRRP. Na sequência, é dito que as capacitações que acontecerá no terceiro trimestre do ano terão oito temas, e serão voltadas aos empresários. Dando sequência nos assuntos da reunião da Comissão de Marketing, Eduardo cita a questão da legalidade da Marca “logo” de Socorro ‘Politizada’ a marca deve ser do turismo (da cidade) e não da Gestão atual. Essa discussão é longa e refere-se a logo antiga com o “slogan”, por esse motivo fica registrado em ata nessa reunião que o único órgão responsável por alteração da logo, marca ou identidade visual da atual “marca” depende da aprovação do COMTUR. O presidente ainda argumenta que a marca atual está em veiculação a quase oito anos, Cardoso do Circuito das Malhas Outlet ainda recorda que a marca atual foi desenvolvida através de um plano diretor. Jó Gerente de Marketing da Feira de Malhas ainda ressalta que se a marca antiga estiver registrada ela precisa ser atualizada. O Presidente então propõe que o logo em questão deve-se ser de responsabilidade do COMTUR (única entidade com poder para alterar). Aprovado a sugestão do presidente por unanimidade. Ressaltando que precisa ver como está à questão do registro da marca. O presidente segue dando sequência na pauta falando sobre o “Luzes de Natal”, propõe-se uma mudança para que haja uma participação maior dos empresários. A ACE está com um trabalho mais próximo dos lojistas, através de uma iniciativa, por exemplo, os lojistas da Avenida Coronel Germano, seriam os responsáveis por patrocinar a mesma e assim suscetivelmente. No caso dos shoppings, ficariam responsáveis pelos portais/rotatórias de acesso a cidade.  Em relação ao turismo, foi considerado que era importante o mesmo marcar uma presença de contribuição, ao invés de simplesmente participar, como não temos uma “rua”, buscar um ponto de destaque.  Através de arrecadações de empreendimentos turísticos, hotéis, pousada, parques, restaurantes, e o ponto de destaque sugerido é uma árvore no mirante do cristo, e um papai Noel gigante, para entrar no Guinness como mecanismo de marketing, para não concorrer com os enfeites da praça a comissão sugeriu que fosse elaborado esse Papai Noel gigante no Recinto, um local amplo, que permite o passeio entre muitas pessoas. Focando a arrecadação, retirando assim, a responsabilidade da prefeitura, e os valores pensados foi 50 mil alocado para esses dois pontos e retirar os 50% da verba que o COMTUR libera para o Natal, a arrecadação então elaborada pela comissão será feita da seguinte maneira pensada para que caiba no bolso dos empreendimentos e possam colaborar para essa ação que abrange o destino). A Melhor maneira de se fazer isso é elaborar um modelo de contribuição baseada nas atividades econômicas dos empreendimentos (exemplo: restaurante que trabalha somente com esse segmento contribuiria apenas com uma cota inicial R$ 1.500,00, duas atividades R$ 2.500,00 e que três atividades econômicas R$ 4.000,00). Esse valor por estabelecimento. Acreditamos que dessa maneira estamos justificando as contribuições a cada empreendimento. Ressaltando que ninguém é obrigado a contribuir, porém esse projeto é ‘ a politico ‘ é dos cidadãos e empresários. Dever da iniciativa privada, manter e elaborar o projeto ressalta o presidente. “Na medida em que conseguimos fazer essas contribuições privadas “aumentar” as verbas destinadas ao turismo serão “melhores” utilizadas, exemplo: Divulgação, capacitações e etc..”. O presidente abriu a palavra e pediu sugestão dos presentes para colaborar com a proposta da comissão para que o trade consiga atingir a meta (margem) para realização. A contraproposta são os totens com as divulgações nesses dois locais. E a realização do evento em si. Luiz ainda ressalta que os destaques dos pacotes criados pela ACE contemplam em Ouro, prata e bronze, apoiadores 1 e 2 nos valores: OURO – R$ 50.000,00, PRATA – R$ 10.000,00, BRONZE – R$ 5000,00, APOIADORES 1 – R$ 2.000,00, APOIADORES 2 -R$ 1.000,00, pacote com seus respectivos destaques. Porém o importante do investimento do setor do turismo é MARCAR a presença fortemente como TURISMO, um trade forte e consolidado. O presidente ainda indaga que é de nossa responsabilidade atingirmos esses objetivos para que possamos dar continuidade nesse projeto. Eduardo ainda ressalta que no ano passado houve a tentativa de buscar apoios de iniciativas privadas sem resultado. O diferencial desse ano é a clareza dessa iniciativa juntamente com a apresentação do projeto para que os empreendimentos possam aderir essas cotas de contribuições. Cardoso deixa sua reflexão sobre o fato dos lojistas argumentarem que o turismo não faz um trabalho focado para o segmento das malhas representado pelo turismo. Eduardo responde que concorda em partes o que Cardoso diz, afinal quando se faz uma campanha pelo trade, um dos segmentos que se beneficiam é “a parte de modas, compras e afins”. Quando alguém diz que não faz, isso é uma inverdade, afinal atualmente fazemos investimentos em diversos setores e segmentos e está havendo mudança pensada para atender essa demanda, inclusive a participação desses lideres nas reuniões da comissão de marketing com sugestões de ações e ideias para o trade colaboraria com a criação dessas campanhas. Jó interfere na fala do presidente e diz que já fez briefing para a assessoria de imprensa sem resultado. E ainda diz que os lojistas não possuem esse tipo de conhecimento. Eduardo diz que não se pode esperar que a ASTUR ou qualquer outra pessoa fizesse uma press release sobre o segmento que ele atua. Porém ele diz que se alguém criar ou fizer algo e for boicotado ai existe algo de errado, deixando a reflexão para maior a participação desses lideres de maneira “provocativa” para que possamos atender também essa demanda. Cardoso diz que todo ano faz projeto e encaminha para a Secretaria de Turismo. Eduardo diz que não tem conhecimento desse projeto. Raphael sugere que eles (Cardoso e Jó) possam estar presentes na reunião de marketing para que juntos possamos criar e elaborar projetos para os centros de compras. Presidente da inicio em outro assunto em pauta “BMW Mottorrad Days”, primeiro evento desse porte em Socorro, a BMW já fez esse evento no Sul e no Parque dos Sonhos, uma edição menor do que a proposta para este ano. Em campos a BMW não se sentiu “abraçada”. Esse evento existe na Europa, em Garnish – Alemanha. Eduardo cita ainda , exemplo de cidades que  já recebeu a BMW “Boston” a cidade acolheu o evento, como? Ao chegar ao aeroporto existia uma comunicação de boas vindas, a cidade como um todo abraçando o evento, faixas locais, bares dando exclusividade, criando condições especiais Prevalecendo a Empresa em questão como principal atrativo daquele período. Vemos hoje esse evento como uma oportunidade, precisamos ajustar as expectativas e a pré-disposição para que o mesmo ocorra e que possamos tirar o máximo proveito. Em Campos do Jordão o evento foi considerado “Fraco” e teve 4 mil pessoas. Então precisamos nos preparar com bons serviços e produtos sem perder a autenticidade local e cultural, e para tal é sugerido a criação de uma comissão para elaborar estratégias e acompanhar este evento. Retomando a pauta foi apresentado o vídeo religioso e logo em seguida entramos no assunto “programa “Socorro Empreendedor” SEBRAE” onde o projeto está andando e os cursos estão acontecendo nas salas da ACE. O presidente começa a falar sobre o “Projeto Conheça Socorro-SP”, na qual o mesmo pediu para que os representantes dos núcleos se posicionem em favor do projeto e enfatiza que esse movimento só vai para frente se os empresários se posicionarem de maneira mais Colaborativa. Charles toma a palavra e diz que ainda precisa saber da ASTUR quem são as empresas que estão colaborando e ainda achar uma maneira de cobrar os outros empreendimentos. Eduardo ressalta a importância desse projeto e suas condições, se realmente queremos transformar a cabeça do cidadão Socorrense, é preciso apoio. Dando andamento com a pauta, o próximo assunto é a assessoria de imprensa, onde o Presidente gostaria de registrar em ata quais dos hotéis foram oferecidos a essa ultima jornalista que esteve presente em Socorro antes de levarem ela ao campo dos sonhos e irá verificar com a Priscila. Charles concluiu que na ultima reunião da Astur foram criados critérios e mediante a esses critérios essa jornalista está sendo direcionada ao Campo dos Sonhos. Dando sequência na pauta, Raphael – representante do núcleo de hospedagem, fala sobre a reunião que aconteceu no dia 04/06, ele começa dizendo sobre as jornalistas que vamos receber no mês de Junho, a primeira Jornalista da Tribuna de Santos chegará a Socorro nos dias 14 a 16 de Junho e a outra do Blog da Mari pelo Mundo, nos dias 28 a 30 de Junho. Comenta a respeito do arraia na Praça, a ação de Setembro e também sobre a Convenção coletiva de trabalho. Na sequência, Charles – representante do núcleo de Aventura, fala sobre a reunião que aconteceu no dia 03/06,  onde foi discutido sobre os eventos: A corrida no Rio do Peixe, dia 22 de Setembro (início da Primavera), um circuito de corridas, o primeiro evento ocorreu em Paranapiacaba, com duas categorias Pró (14KM) e iniciante (5KM). Com a proposta da corrida no dia 22, porém os corredores e familiares querem chegar no dia 21, onde a corrida será aberto a Socorrense e academias locais. Abeta Summit está aguardando informações do evento, sobre a BMW ele comenta que está em andamento, já a AVIRRP precisa atingir agentes e guias. Charles fala também em relação ao site Socorro.tur.br, para todos certificar se suas informações estão corretas e se houver erro encaminha-las para Priscila onde a mesma estará arrumando. Charles também comenta sobre a importância da aplicação da ficha de pesquisa, mencionou que existe a possibilidade dos guardinhas aplicarem essa pesquisa. Após esta pauta é dada a palavra livre, onde o Cardoso discorre sobre o evento RETROCAR de Autos Antigos no Circuito Outlet das Malhas no Feriado de Corpus Christi um trabalho focado no segmento que acontecerá no dia 20 a 23 de Junho. Jó toma a palavra e diz sobre uma campanha de Arraiá na feira de malhas,  com objetivo de trazer o clima de festa junina, que terá seu início no dia 14 e fim no dia 28 de Junho. Sem mais a declarar o presidente da por encerrada a reunião ordinária do mês de Junho, e eu Raphael Schiavone redijo e assino a presente ata junto do presidente Luiz Eduardo De Bovi

 

 

Compartilhe: