ATA 66

Ata 66 – COMUC – Às 19 horas e 15 minutos do dia 16 de fevereiro de 2016, o Conselho Municipal de Cultura – COMUC, reuniu-se em sessão ordinária mensal no Palácio das Águias, à Rua Dr. Campos Salles, 177 – Centro – Socorro/SP. Beatriz Minozzi Fischer, Presidente do COMUC, fez a abertura da reunião e em seguida a leitura da ata do dia 19 de janeiro de 2016, a qual foi aprovada por unanimidade. Dando sequencia a reunião, Beatriz informou que a o COMUC tem uma nova Guarda Mirim, pois a Milena completou 18 anos. A partir de agora, o Conselho de Cultura será auxiliado pela Guardinha Amanda Menezes, que além de ajudar a diretoria nos trabalhos administrativos, também dará apoio a Biblioteca Municipal e ao Projeto Guri. Em seguida, Beatriz mencionou o fato de ter participado de uma Reunião do Conselho Municipal de Meio Ambiente, cujo tema abordado era a Construção de um Loteamento no Morro do Cristo. Devido a grande importância ambiental, patrimonial, turística e cultural que o Morro do Cristo tem para Socorro, todos os Conselhos estão unidos para impedir que seja feito algo que prejudique a nossa cidade. Em seguida, foi informado que os trabalhos para que ocorra a Conferência Municipal de Cultura estão em andamento e provavelmente ela ocorra em março. Na segunda parte da reunião foi feito um balanço das atividades culturais realizadas em janeiro e fevereiro. As oficinas de férias, realizadas pelo COMUC com apoio da Secretaria de Cultura, com foco no público infantil, tiveram um total de 80 participantes entre as atividades de Contação de História com Música, Oficina de Cerâmica e Oficina de Teatro. Giuliana Macedo, representante do Teatro, informou que a peça “Capitão Frangão” lotou o centro cultural na apresentação realizada no dia 23 de janeiro. As oficinas de pintura artística e de mascara realizada na Matinê do Carnaval de Socorro foram muito elogiadas pelo público presente e atenderam uma média de 100 crianças por dia. Sobre o Carnaval, Beatriz falou que o Bloco do COMUC saiu no domingo junto com a Banda da Alegria e sugeriu que em 2017 o Bloco saia em dois dias de desfile; todos os Conselheiros aprovaram. Tiago de Faria, Secretário Municipal de Cultura, disse estar muito satisfeito com o resultado da organização do carnaval e mencionou o fato de não ter nenhuma ocorrência policial, sendo um carnaval tranquilo e muito elogiado por munícipes e turistas. Mayara Nardes, suplente do núcleo da Música, falou que achou a organização do carnaval muito boa, com um clima familiar e agradável e agradeceu a organização pelo trabalho. Sobre o Festival de Marchinhas, Tiago informou que foram 24 inscrições, 16 selecionadas e todas com um nível muito alto de qualidade. Em seguida, Beatriz falou sobre a 5ª edição do Rock in Help que aconteceu nos dias 12 e 13 de fevereiro no Recinto de Exposições com o apoio do Instituto Cultura & Arte. O evento teve uma média de público de 600 pessoas por dia. Giuliana Macedo pediu que a organização pense em trazer mais bandas covers, para agradar todas as idades. Maria Lúcia Fagundes, representante do núcleo do artesanato, disse que o recinto ficou muito sujo no domingo depois do evento, sendo preciso pedir para a organização limpar e preservar o local que é usado por todos. Dando sequencia Elsa Dias Domingues de Farias, representante da literatura, falou sobre sua ideia de fazer um Sarau em homenagem à mulher com o tema Meio Ambiente e todos aprovaram. Ficou decidido que o Sarau vai ser no dia 11 de março, no Centro Cultural e vai contar com apresentações de música, dança, teatro, leitura de poemas e com a exposição de cerâmica das alunas da Oficina realizada pelo ceramista Nilton Caruso em 2015. As mulheres homenageadas serão as ativistas ambientais: Ana Paula Balderi, Andressa Maria da Rocha Bonfá, Celi Alves da Silva, Flávia Balderi e Salete Torres Ishikawa. Em seguida, foi decidido que a primeira apresentação do Projeto Música na Rua de 2016 vai acontecer no dia 26 de março. Elsa Dias Domingues de Farias deu a ideia de fazer na exposição de artes do COMUC desse ano uma homenagem ao Maestro Luiz Gonzaga Franco, o qual dá nome ao Conservatório da nossa cidade, retratando ele de diversas maneiras e fazer a exposição, como em 2015, junto com o Encontro de Música e Artes do Conservatório; todos aprovaram. Elsa também mencionou que alguns artistas que participaram do MAPS estão se organizando para publicar um catálogo com as obras. Beatriz informou que estará na Rádio Socorro no dia 17 de fevereiro para falar do COMUC e convidou os representantes para participarem da entrevista. Elsa Dias Domingues de Farias, representante da literatura, e Ângelo Rafael Borin, vice-presidente do COMUC, irão acompanhar a presidente na entrevista. Maria Lúcia Fagundes, representante do artesanato, falou que no dia 04 de março o Espaço do Artesanato vai completar 4 anos e convidou todos para participarem da comemoração, que vai ser descer o rio do peixe de rafting no dia 19 de março. Mayara Nardes perguntou porque a Estação Socorro fechou recentemente. Tiago de Faria falou que o espaço estava sem movimento, não trazendo retorno financeiro e por isso foi fechado. Mayara então sugeriu para usar o espaço para a realização de “Canja Musical”. Em seguida, Ângelo Adriano Correa, suplente do núcleo do folclore, disse que a reforma da casinha da viola está em andamento. Sem mais nada para tratar, assim foi dada por encerrada a reunião.

Compartilhe:
Processo Seletivo

    Voltar