ATA 88

Ata 88 – Às 19 horas e 10 minutos do dia 17 de Outubro de 2017, o Conselho Municipal de Políticas Culturais – COMUC, reuniu-se em sessão ordinária mensal no Palácio das Águias, à Rua Dr. Campos Salles, 177 – Centro – Socorro/SP. Mayara Nardes, secretária do COMUC, fez a abertura da reunião e a leitura da ata da reunião ordinária do dia 19 de Setembro de 2017, que foi aprovada pelos presentes membros. Beatriz Minozzi agradece a todos os presentes nesta reunião, especialmente o artista senegalês Assani Gning, que veio fazer residência artística na BiNaif, por intermédio do ITC e fica até o dia 16 de novembro na cidade. Com a colaboração de sua anfitriã, Marinilda, na tradução, Assani agradece ao Conselho e diz que fica feliz em ver a organização dos setores artísticos em Socorro, e que acredita que apenas assim as coisas avançam. Assani deseja que a Bienal continue próspera e que receba artistas africanos em todas as suas edições vindouras, convidando também aos artistas de Socorro para que conheçam Senegal. Beatriz agradece também o aluno do Conservatório Municipal, Artidônio, pela presença nesta reunião e por ter feito junto com a Simone uma bela apresentação musical de piano e violino na abertura da BiNaif. A presidente apresenta Cristiane Franciscone, representante da Associação Comercial e presente pela primeira vez na reunião; aproveita para lembrar que alguns membros avisaram-na previamente sobre a ausência na reunião: Ângelo, Rosângela e Viviane. Sobre a necessária nomeação para o COMTUR, Beatriz e Maria Lúcia, atuais representantes, concordaram em permanecer nas cadeiras, o que é acatado por unanimidade. Marinilda sugere que os artistas estruturem os projetos a serem apresentados nos Conselhos em datashow e apresentações multimídia, além de apresentar também os resultados. A representante da Câmara, Natália, lembra que a audiência pública sobre o Orçamento acontecerá no dia 30 de Outubro. O secretário de cultura, Tiago Faria, fala sobre o Revelando SP, que apresenta alguns problemas organizativos, como uma confusa ficha de inscrição e falta de condições para receber os artistas. Sem alojamento, algumas casas do entorno disponibilizaram a garagem, foi pontuado que talvez não seja positivo expôr alguns artistas, principalmente os mais idosos, dos grupos inscritos – Congada, Catira, Viola, Artesanato e Turismo Rural – a estas condições incertas. Em seguida a artista Rosa diz que entregou à Beatriz Minozi ofício informando que ela ficará como representante no COMUC até dezembro. Beatriz sugere que o núcleo se reúna para dialogar sobre a nova representação e que vai verificar no estatuto do Conselho para esclarecer que uma nova nomeação deve ser feita imediatamente ou se a suplente fica na cadeira. A presidente em seguida lê o documento que define as Prioridades do COMUC para 2018 e algumas sugestões de alterações enviadas via e-mail por alguns representantes, sendo estas e outras ideias apresentadas pessoalmente na reunião, discutidas e votadas.  Beatriz enviará a versão final das prioridades (também anexa a esta ata) por e-mail aos representantes. É colocada ainda a forte possibilidade de mudança de prédio do Conservatório Municipal de Socorro para um prédio público ao lado do museu, donde sairá o Projeto Social Lar das Meninas em dezembro e parece não haver outras prioridades para o espaço. Beatriz diz que um quarto desse prédio poderá  ser cedido para reserva técnica do Museu. Lembrando as alterações estatutárias do Conselho feitas pela Câmara, Beatriz propõe que no ano que vem nos organizemos para que não sejam feitas pelos vereadores mudança que não dialoguem e não sejam previamente apresentadas e discutidas dentro do COMUC. Sobre os eventos realizados no último mês pelo Conselho, Marinilda falou sobre sua Oficina de Dramaturgia, onde os presentes produziram textos de 1 minuto para serem interpretados, agradeceu o apoio do COMUC e disse que publicou um texto no jornal a respeito da Oficina. Adriano ministrou a sempre bem-sucedida Oficina de Viola Caipira. Ambos os artistas frequentemente colaboram com oficinas, inclusive voluntárias. A última apresentação do Música na Rua foi com a banda de forró Tribo Universo no dia 14 de Outubro na Praça da Matriz, mesmo dia em que aconteceu a Mostra de Teatro com a apresentação de encerramento da Oficina de Teatro ministrada pela atriz e professora Giuliana Macedo. A artista expressa felicidade pelo crescente público a cada novo projeto, agradece ao Conselho, ao jornal, e informa que no dia 9 de dezembro haverá apresentação da peça O Mágico de Oz, com seu grupo de teatro Ciranda Mágica. Iniciando o diálogo sobre os projetos em andamento, Rosa sugere que a MAPS seja adiada, para que as duas grande Bienais aconteçam com um tempo razoável entre elas, intercalando o ano a partir desta edição, acontecendo então em 2018. Beatriz e Tiago dizem concordar com a nova data e, em votação, não houve nenhum contrário. Marinilda fala da organização do catálogo do MAPS, priorizando que este fique pronto para a abertura, para tanto seria ideal pedir foto das obras em alta definição no ato da inscrição dos artistas. Maria Lucia defende que para algumas obras, como instalações, isto não é possível. Assunto não ficou acertado, artistas-organizadores decidirão a melhor forma de arranjá-lo. É proposto que a Mostra aconteça de 9 de março a 9 de abril, calendário de datas de inscrição, avaliação, montagem, etc. será decidido posteriormente. É informado que a Bienal de Arte Naif tem previsão de encerramento para o dia 4 de novembro, mas abre-se então, com o adiamento do MAPS, a possibilidade que se estenda para ser visitada também pelos turistas que circulam em Socorro nas férias de fim de ano. Alguns artistas propõem que seja mantido o prazo e montada outra exposição, possivelmente com obras sobre o tema Natal. Assunto não foi encerrado e o secretário de cultura aguardará um projeto de exposição para decidir junto com o núcleo de artistas plásticos o melhor a ser feito. A Mostra de Filme de 1 minuto acontecerá no dia 28 de Outubro Teatro do Centro Cultural. Marinilda propõe que no ano que vem seja realizada uma oficina de edição de vídeo antes da Mostra e fala das possibilidade que apresenta o mercado de audiovisual. O próximo Música na Rua será com a banda Os Navegantes no dia 4 de novembro e o último do ano estará no calendário do Luzes de Natal, possivelmente acontecendo no dia 2 de dezembro. Beatriz Minozzi informa que há R$3400,00 disponíveis para as Oficinas ainda deste ano e que foram solicitadas pela Rosa, Rosângela, Elsa e 2 para Espaço do Artesanato. Sobre o Luzes de Natal, Tiago informa que o analista de projetos do Dade foi exonerado e, por conta do contingenciamento de verbas, a prefeitura não receberá os R$250 mil previstos para realização do evento e o projeto foi então readequado às condições possíveis. Haverá atrações culturais no Coreto na Praça Matriz todos os fins de semana do Luzes de Natal e secretaria fechará a agenda de apresentações até o próximo final de semana. O palco será montado apenas no dia 29 de dezembro para o réveillon e pode ser desmontado no dia 31 ou ficar para atender ao Festival de Verão, a depender da verba deste, que será esclarecida só após a votação da LOA na Câmara. Antes do fim da reunião, Tiago volta a comentar as Prioridades, propondo esclarecer que algumas demandas já estão sendo atendidas. Cristiane convida para a palestra beneficente O segredo dos vencedores, organizada pela Associação Comercial, que acontecerá no auditório da Prefeitura no dia 9 de novembro. Sem mais a tratar, a reunião foi encerrada.

Compartilhe:

Voltar