ATA 90

Ata 90 – Às 19 horas e 20 minutos do dia 19 de Dezembro de 2017, o Conselho Municipal de Políticas Culturais – COMUPC, reuniu-se em sessão ordinária mensal no Palácio das Águias, à Rua Dr. Campos Salles, 177 – Centro – Socorro/SP. Mayara Nardes, secretária do COMUPC, fez a abertura da reunião e a leitura da ata da reunião ordinária do dia 21 de Novembro de 2017, que foi aprovada pelos presentes membros. Beatriz informa que Tiago de Faria e Fernando avisaram que estariam ausentes nesta reunião; além dos membros Maicon, Rosa, Maria, Patrícia, Giuliana, Elsa, Marinilda e Felipe, que avisaram a falta pelo grupo virtual de comunicação dos membros do Conselho. Informa ainda que devido a todas estas ausências, a confraternização que aconteceria depois desta reunião de hoje, fica marcada para o dia 16 de janeiro, após o primeiro encontro ordinário do ano. Sobre os eventos realizados, Maria Lúcia comenta que a representação socorrense no Revelando SP foi muito relevante e estimada no evento. Os grupos da cidade apresentaram trabalhos de qualidade, enfatizando o Nhanduti, trabalho artesanal que está sendo resgatado em Socorro, e vendeu todas as peças expostas no Revelando SP. Maria Lúcia ressalta que este evento movimentou energias e histórias de mais de 70 anos ligadas a cultura do Nhanduti em Socorro. Informa que dos grupos da cidade selecionados para o encontro, apenas a Catira não pode comparecer. Antes de terminar, informa ainda que o Espaço do Artesanato homenageará a percussora do Nhanduti na cidade, e será nomeando “Gladys Araújo Vita”, a cerimônia será no dia 9 de março. Acerca das Oficinas Culturais, Beatriz informa que a oficina de Contação de História da Elsa ocorreu bem, mas aconteceu apenas no período da manhã; Oficina da Rosângela Politano também ocorreu bem, além das do Espaço do Artesanato, que tiveram muito bom público. Oficina de Cerâmica Criativa, com a Rosa, foi no quiosque do Horto Municipal que, ressalta a presidente, é um excelente espaço para a realização de outras oficinas. Os recitais e apresentações do Conservatório foram de muita qualidade e notou-se uma melhora do público em relação aos anos anteriores, com a média de 60 espectadores por apresentação. Turistas, que vieram à Socorro por conta do evento Luzes de Natal, marcaram presença nos recitais. Informou também que a peça Mágico de Oz, do grupo da Giuliana Macedo, lotou o auditório do teatro, os ingressos foram vendidos limitados ao número de cadeiras. Sobre a peça do grupo da Elsa, A Quase Morte do Zé Malandro, Maria Lúcia comenta que teatro também estava lotado e que se surpreendeu pela qualidade da apresentação e empenho do grupo. Seguindo, a respeito do Bota-Fora do Conserva, Beatriz começa agradecendo ao Ateliê Luka Brasil, Ulysses Farias e Bruno França por suas exposições no evento e aos músicos e bandas: Maicon e Mayara, Negrooves, Os Navegantes, Susy Bastos e Beto Brother e Noizzy, além do DJ Kauan e coletivo Furdúncio que discotecou no porão; agradece ao Lucas, que trabalhou no Bar, Elisa, que ficou na portaria, e a todos os artistas e amigos que voluntariamente dedicaram seu tempo e arte em prol do Conservatório. O público foi de aproximadamente 250 pessoas. Mayara fala da importância de eventos como este para experimentações e ocupação do espaço e trocas artísticas e culturais. A ideia que permanece depois do sucesso deste festival é a de realizar outros eventos no Centro Cultural. Depois, o ator Rogério Tartheau, presente na reunião, informa que seu texto “O Drama do Coração” foi enviado para publicação na Biblioteca Nacional e será registrado no ano que vem. A respeito dos projetos em andamento, o calendário para o Luzes de Natal nos próximos dias fica assim: dia 22: Grupo Samba-Choro, 23: Banda Marcial Patrulheiros de Limeira e Os Navegantes às 22h. Dia 24: Grupo Lua Nova, 29: Banda Me Gusta, 30: Banda Yanke e 31: Balaio de Gato. A Exposição de Presépios foi aberta no dia 2, Beatriz convida todos à visita, porque mostra está linda, com presépios de diversas origens, tamanhos e estilos. Quanto ao Música na Rua, foi relatada uma confusão na última edição do projeto, quando, no dia 16, tocou a Banda Dona Rute. Um indivíduo, que logo foi contido pela guarda municipal, jogou uma lata num dos músicos da banda, que não teve uma reação profissional nem razoável ao acontecimento e colaborou para que o tumulto tomasse proporções vergonhosas, juntamente com uma das sócias da empresa que fazia o som, houve discussão entre eles e descontrole. O Conselho discutirá previamente se acatará nova inscrição desta banda no projeto para o próximo ano. Ainda sobre o Música na Rua, no próximo dia 23 tem banda Os Navegantes. Sobre o II Sarau Cultural Grito dos Silenciados, Mayara informa que ocorrerá no dia 19 de janeiro na Praça da Matriz, com apresentações de música, teatro, performances, poesia e uma galeria de artes plásticas que será montada no Coreto, o objetivo do evento é fomentar o debate e a produção cultural a respeito de mulheres, negros e LGBTs. O Festival de Verão acontecerá de 5 a 14 de janeiro e programação sai na próxima sexta. Angelo Borin informa sobre as apresentações do Coral Municipal: no dia 1 se apresentou no Luzes de Natal junto com coros de  Itapira e Águas de Lindóia, somando 130 vozes; dia 6/12 na feira noturna, 10 em Itapira com Banda Lira, 15 na Praça da Matriz e 17 na Igreja do Bairro Aparecidinha. Antes do fim, Beatriz informa que compra de livros para a biblioteca sairá ainda neste ano e que ainda falta o repasse do recurso das 5 últimas oficinas. Sem mais nada a tratar, a reunião foi encerrada.

Compartilhe:

Voltar