Compartilhe:

“Estabelece regras para a utilização da rede mundial de computadores (internet) e as redes sociais no âmbito da Administração Municipal de Socorro – SP e dá outras providências.”

MARISA DE SOUZA PINTO FONTANA, PREFEITA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA DE SOCORRO, ESTADO DE SÃO PAULO, USANDO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS,

Considerando a necessidade de que sejam estabelecidas regras para a utilização da internet e das redes municipais no âmbito da Administração Municipal;

Considerando que as regras a serem estabelecidas visam a melhoria da segurança e velocidade da rede na utilização pelos departamentos, quando da execução de serviços públicos essenciais, para o acesso a sites ou programas on line que demandam boa conexão para o seu funcionamento;

DECRETA

Art. 1º. Ficam estabelecidas diretrizes de Segurança da Informação e Comunicações para o uso das redes de computadores e das sociais, nos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal, direta e indireta.

Art. 2º. As normas estabelecidas pelo presente Decreto têm como foco o uso institucional das redes sociais nos aspectos relacionados à Segurança da Informação e Comunicações.

Art. 3º. É vedada a terceirização completa da administração e da gestão de perfis de órgãos e entidades da Administração Municipal nas redes sociais.

Art. 4º. Cabe à Administração aprovar as diretrizes estratégicas que norteiam o uso seguro das redes sociais do órgão ou entidade da Administração Municipal de sua responsabilidade.

Art. 5º. A Administração Pública criará uma conta oficial nas redes sociais (perfil) para a divulgação das matérias de seu interesse.

Parágrafo único. O Departamento de Comunicação Social ficará encarregado da administração e gestão destas contas na rede social (perfil).

Art. 6º. Cabe ao Agente Responsável:

I – Gerir, acompanhar e analisar, de forma contínua, o uso seguro das redes sociais pelo órgão ou entidade da Administração Municipal;

II – Verificar se a Normas de Uso Seguro das Redes Sociais está sendo seguida pelo órgão ou entidade e seus agentes.

Art. 7º. O uso das redes sociais e dos recursos computacionais em desconformidade às normas estabelecidas no presente Decreto para o uso não vinculado à atividade ou interesse públicos na Administração Municipal, considera-se falta grave para efeitos disciplinares.

Parágrafo único. Considera-se recursos computacionais para efeito deste Decreto:

I – Instalação de programas e recursos não voltados a execução dos serviços públicos;

II – O acesso da internet que não seja voltado para o efetivo exercício das atividades públicas.
Art. 8º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Prefeitura Municipal da Estância de Socorro, 19 de Julho de 2012.

Publique-se

Marisa de Souza Pinto Fontana
Prefeita Municipal

Afixado nesta data no mural da Prefeitura.

Darleni Domingues Gigli
Diretora do Departamento dos Negócios Jurídicos

Voltar

Turismo Socorro

Circuito das Águas Paulista

Aprecesp - Turismo Paulista

Governo do Estado de São Paulo

Governo Federal do Brasil

IBGE

Cidades Digitais

BNDES