Campanha de vacinação contra gripe terá início na segunda-feira (23), em horário alternativo (16h às 19h)

A 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza vai acontecer de 23 de março a 22 de maio de 2020, sendo 09 de maio, o “Dia de Mobilização Nacional”. Neste período, serão vacinados indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças de seis meses a cinco anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, funcionários das forças de segurança e salvamento. O público alvo em Socorro, representa aproximadamente 13 mil pessoas. Segundo informações da Vigilância em Saúde, a meta é vacinar ao menos 90% de cada grupo prioritário.

O Ministério da Saúde decidiu realizar a campanha com um mês de antecedência, que historicamente acontecia em abril, pelo momento que o mundo passa no combate ao Coronavírus, apesar desta vacina não prevenir contra o novo vírus. Com isso, pretende-se proteger a população contra a influenza e minimizar o impacto sobre os serviços de saúde.

A influenza é uma das grandes preocupações das autoridades sanitárias, devido ao seu impacto na mortalidade decorrente das suas variações antigênicas cíclicas sazonais. Destaca-se que os sintomas desta doença são semelhantes aos dos Coronavírus e essa antecipação visa reduzir a carga da circulação de influenza na população.

A campanha ocorrerá em horário alternativo (16h às 19h), para evitar aglomeração de pessoas nas salas de vacina dos postos de saúde. No sábado (09/05), a vacinação ocorrerá das 8h às 17h. As seguintes unidades de saúde vão participar da vacinação: Centro de Saúde, Jardim Araújo/Teixeira, Aparecidinha, Oratório, Vila Palmira, Santa Cruz e São Bento. Para receber a dose, a pessoa deve apresentar a sua carteira da vacinação ou documento de identificação.

Os grupos prioritários serão vacinados em etapas distintas, conforme o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde:
1ª etapa – Idosos (60 anos ou mais) e trabalhadores da saúde: a partir de 23 de março.
2ª etapa – Professores, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais e profissionais das forças de segurança e salvamento: a partir de 16 de abril.
3ª etapa – Crianças (seis meses a menores de seis anos), gestantes, puérperas e adultos de 55 a 59 anos: a partir de 9 de maio.

Quanto à prevenção contra o Coronavírus, recomenda-se procurar as unidades de saúde e hospital somente em casos extremamente necessários, para evitar o contágio e proliferação da doença. As medidas preventivas incluem a constante higienização das mãos, lavando com água e sabão ou utilizando o álcool em gel; evitar o contato com rosto (principalmente boca, nariz e olhos); e evitar aglomerações.

Compartilhe:

Voltar