Central de Agendamentos reduz quantidade de faltas a consultas e exames

Ausências prejudicam pacientes na fila de espera e resultam em perda de recursos e vagas para o município


Entrada da Central de Agendamentos e sala do Transporte

Inaugurada em julho de 2013 com o propósito de eliminar as filas para marcação de consultas, exames e outros procedimentos médicos, a Central de Agendamentos se tornou essencial para o bom funcionamento do sistema de saúde, tanto em Socorro quanto para atendimentos em outros municípios.

Entretanto, a crescente quantidade de faltas de pacientes alarmou a Administração Municipal no início do ano. Desde então, a unidade apostou na conscientização das pessoas e em medidas práticas para reduzir as ausências, as quais tiram vagas de outros pacientes e prejudicam a cidade.

Em procedimentos agendados fora de Socorro, cada ausência pode significar uma vaga a menos para o município. O tema foi discutido na última reunião de secretários municipais de saúde da região, pois os altos índices de faltas ao AME de Atibaia ameaçam a oferta de vagas e o envio de recursos à unidade.

Desde junho, a Central de Agendamentos conseguiu reduzir mês a mês a quantidade de faltas ao Centro de Saúde II. O mesmo foi observado nas unidades da Estratégia de Saúde da Família. Em abril, mais de 8% do total de pacientes que agendaram procedimentos se ausentaram, percentual reduzido a 5% no mês passado.

De janeiro a setembro, o número de faltas caiu 24%, redução significativa, mas que pode melhorar. Na média de 2017 até o início de outubro, 6,6% dos pacientes que agendaram procedimentos médicos deixaram de comparecer, comprometendo o atendimento, a transferência de recursos para Socorro e a quantidade de vagas disponíveis.

Em caso de desistência ou impossibilidade de comparecimento, orienta-se que o paciente informe a Central de Agendamentos com a máxima antecedência, de modo que a vaga seja transferida para outra pessoa. Em consultas no AME, o aviso deve ser feito 48h antes; no Conisca e na rede municipal, com pelo menos 24h de antecedência.

Faltas no transporte

As ações da Central de Agendamentos também reduziram as ausências em viagens para procedimentos em outros municípios. Mesmo assim, em setembro foram registradas 153 faltas. A lista inclui os AME de Atibaia e Amparo, Hospital da USF, Conisca e Hospital Regional de Jundiaí, dentre outros.

A Prefeitura oferece transporte para quinze municípios do Estado: Americana, Amparo, Atibaia, Barretos, Bauru, Bragança Paulista, Campinas, Itatiba, Jundiaí, Lindóia, Mogi Mirim, Santa Bárbara D’oeste, São Paulo, Sorocaba e Sumaré. Nestes locais, os pacientes recebem atendimento nas mais diversas especialidades.

São mais de 3.500 quilômetros rodados por dia, muitas vezes com dois transportes para a mesma cidade, a fim de evitar a espera dos pacientes para o retorno a Socorro.

A manutenção de todos esses serviços, entretanto, também depende da colaboração e responsabilidade dos pacientes.

Compartilhe:

Voltar