Em mutirão, 61 pacientes passam por cirurgia de catarata

Em torno de 180 pessoas foram operadas ao longo do ano


Equipe médica responsável pelas cirurgias realizadas em Socorro

Organizado pela Secretaria Municipal de Saúde, o último mutirão para cirurgia de catarata foi realizado na quinta-feira (23) e operou 61 pacientes com o problema nos olhos – 40 foram operados no Hospital “Dr. Renato Silva” e outros 21 na unidade do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Circuito das Águias (CONISCA), em Lindóia.

Este foi o sexto mutirão realizado em 2017. Em torno de 180 pacientes já foram operados para tratamento de catarata, este ano. Em média, são realizadas 20 cirurgias a cada dois meses, mas a alta demanda existente exigiu esforços no sentido de ampliar a quantidade de procedimentos realizados.

As cirurgias são custeadas pela Prefeitura Municipal da Estância de Socorro e Secretaria de Estado da Saúde. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a escolha dos pacientes acontece conforme indicação médica que leva em conta a gravidade do caso, seguindo uma lista de espera já estabelecida.

Mesmo com a realização de mutirões ao longo do ano, pelo menos 150 pessoas ainda aguardam pela realização do procedimento cirúrgico para remoção de catarata. A meta é atender todos os pacientes em 2018, embora surjam novos casos todos os meses.

Para o secretário municipal de Saúde, Ricardo Lopes, é necessário suporte das outras esferas de governo para solucionar o problema: “A maior parte das cirurgias foi custeada pelo município – 140, das 180 realizadas. Se houvesse maior colaboração do Estado, poderíamos já ter zerado essa fila”, afirma.


Pacientes aguardam pelo procedimento no Hospital “Dr. Renato Silva”

Compartilhe:

Voltar