Compartilhe:

Entre outras ações propostas pela atual gestão municipal, a valorização do funcionalismo é considerada de fundamental importância, e entre elas, destacamos  a adequação salarial. O Executivo apresentou à Câmara Municipal dois projetos de lei, de números 03 e 30/2013, tratando sobre o assunto.

O primeiro deles, trata sobre o aumento regulamentar de 5% para todo quadro funcional. Já o projeto de lei 30/2013, dispõe sobre a criação do prêmio de assiduidade, no valor de R$50,00, que será ofertado mensalmente aos funcionários, desde que compareçam ao trabalho, com ressalva dos casos de ausência previstos na CLT.

O projeto com pleno amparo legal, foi lido na última sessão de Câmara, no dia 06 de maio, e será avaliado por comissão. Caso aprovado, será colocado para votação no próximo dia 20.

Estudo realizado apontou que, somente nos primeiros quatro meses de 2013, foram apresentados mais de 1.200 atestados de saúde para abono de faltas na Prefeitura. Após aprovação da lei, os funcionários que necessitarem de tal recurso para justificar sua ausência, permanecerão sem ter seu dia descontado de seu salário, entretanto, não receberão naquele mês o benefício do prêmio de assiduidade. A medida busca valorizar os funcionários comprometidos e empenhados em seu trabalho.

Para mais de um terço do funcionalismo público, que recebem salário abaixo de R$ 700,00, o reajuste salarial regulamentar adicionado ao prêmio de assiduidade, poderá significar um aumento de 13,26%. Esta premiação se fará possível através de economias realizadas pela atual administração, superando os valores de reajustes propostos no orçamento elaborado no ano anterior.

Estas serão as primeiras medidas para corrigir a defasagem de muitos anos em relação à remuneração do funcionalismo, se comparado a outros municípios de nossa região, tendo em vista que Socorro possui um baixo nível salarial.

“O salário do funcionário público de Socorro está muito abaixo da média regional há muito tempo, e isso é inadmissível. Estamos buscando alternativas para realizar as adequações necessárias e corrigir esta defasagem, valorizando e estimulando o trabalhador, melhorando assim sua qualidade de vida.” – concluiu o prefeito de Socorro.

Voltar

Turismo Socorro

Circuito das Águas Paulista

Aprecesp - Turismo Paulista

Governo do Estado de São Paulo

Governo Federal do Brasil

IBGE

Cidades Digitais

BNDES