Guardas Municipais e secretário de Segurança e Defesa do Cidadão participam de formação sobre a Lei Maria da Penha

Agentes da Guarda Civil Municipal e o secretário de Segurança e Defesa do Cidadão de Socorro, Willhams de Morais, participaram da “II Formação para Integrantes do Projeto Guardiã Maria da Penha”, na tarde de quarta-feira (03), em Bragança Paulista. Com isso, Socorro passa a integrar o projeto Guardiã Maria da Penha, criado pelo Ministério Público em parceria com a Prefeitura de São Paulo.

Participaram da formação, Osvaldo Brolezi – comandante da GCM, Célia Aparecida Brolezi e Lucas Godoi Torteli – GCMs integrantes do Grupo de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID/SOS), e o GCM Ricardo Rafael Pires. Eles foram recebidos por Amauri Sodre – vice-prefeito de Bragança Paulista, Dorival Bertin – secretário de Segurança de Bragança Paulista, e demais autoridades do Executivo de Bragança Paulista e do Ministério Público.

A formação foi conduzida pela Dra. Valéria Diez Scarance Fernandes, promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Gênero do Ministério Público do Estado de São Paulo – MPSP.

Criado em outubro de 2018, o GEVID/SOS da Guarda Municipal de Socorro já atendeu a dezenas de casos de violência doméstica, além de acompanhar situações relacionadas a medidas protetivas. Em alguns casos, houve prisões em flagrante por violência doméstica, seja ela através de agressão física, patrimonial, difamação, injúria, entre outros. Durante este período, foi possível perceber uma redução de cerca de 50% desses casos no município, o que o secretário atribui ao trabalho realizado pelo GEVID/SOS.

“Esta formação adicionou informações importantes ao trabalho já desempenhado pelo GEVID/SOS e pela Guarda Municipal, como um todo. Este é um trabalho que transforma e salva vidas” – comenta o secretário Willhams de Morais.

Compartilhe:

Voltar