Mais de 90 produtores de abacate comparecem à palestra sobre cultivo da fruta

Especialista deu dicas sobre os manejos mais apropriados


Tatiana falou sobre as formas mais apropriadas de manejo
do solo e deu dicas de adubação

Cerca de noventa produtores rurais socorrenses assistiram à palestra sobre os principais tratos culturais na produção comercial de abacate, realizada na noite de quinta-feira (26), no Espaço do Produtor Rural, com presença da especialista Dra. Tatiana Cantuarias-Avilés, consultora e pesquisadora em cultura de abacateiros desde 1992.

Tatiana falou sobre as melhores formas de manejar a terra para o cultivo do abacate, condições ideais e o que deve ser evitado. Dois dias antes da palestra, visitou duas propriedades produtivas em Socorro, nas quais analisou características do solo e tipo de variedade cultivada, fazendo sugestões de ajustes.

“É uma oportunidade gratificante compartilhar conhecimento e também aprender com os produtores de abacates de Socorro”, afirmou a palestrante.

O diretor de Desenvolvimento Rural, Paulo Lorensini, avaliou a dimensão da palestra ressaltando o cenário promissor para a fruta nos últimos anos. “É de fundamental importância a capacitação dos agricultores locais na produção de abacate de qualidade  para melhor colocação da fruta no mercado”.

O chefe da Casa da Agricultura de Socorro, Rodrigo Binoti, também destacou o maior espaço que o abacate tem conquistado em diversos setores: “Muitos produtores têm se interessado por essa cultura recentemente, como alternativa nas atividades da propriedade rural, principalmente pelo retorno financeiro que o cultivo de abacate tem proporcionado ao produtor rural”, explica.

A engenheira agrônoma Salete Ishikawa, colaboradora do Departamento de Desenvolvimento Rural, salienta a importância das dicas da especialista para a agricultura familiar socorrense, já que muitos dos agricultores são jovens em formação. “De grande valor os conceitos apresentados, o cuidado com o solo, com o fruto, sempre atento à eficiência na produção”, aponta.

Atualmente, Socorro possui 18.128 pés de abacate e 159 produtores, que correspondem a 1,41% e 3% em relação a todo o Estado de São Paulo, respectivamente. No ano passado, foram produzidas 607 toneladas, resultando em R$ 950 mil de arrecadação no comércio da fruta.


Produtores acompanham dicas da especialista Tatiana Cantuarias-Avilés

Compartilhe:

Voltar