Margem do Córrego do Pinhal recebe plantio de 70 árvores

Ação foi realizada com 22 alunos da Rede Municipal de Ensino e faz parte do Programa Nascentes


Bióloga Vanessa Manias orienta estudantes no plantio

Em ação coordenada com a Secretaria de Educação, a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realizou o plantio de 70 árvores nas margens do Córrego do Pinhal, ao lado da unidade II do Ponto de Entrega Voluntária (Ecoponto), sentido bairro Lavras de Cima, na sexta-feira (6).

Vinte e dois alunos do 5º ano da Escola Municipal Prof. Eduardo Rodrigues de Carvalho participaram do plantio. “Achei muito legal porque aprendemos que é importante plantar árvores perto do rio, pois o risco de deslizamento é menor, faz sombra e purifica o ar”, declarou a aluna Bianca Forato.

A bióloga da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Vanessa Manias, acompanhou o plantio, mas antes fez uma breve explicação sobre a importância da preservação de nascentes e cursos d’água para o equilíbrio ambiental, tendo na conservação vegetal uma de suas formas.

“O grande desafio atual é a conservação e o reflorestamento da mata ciliar do Rio do Peixe, pois a saúde do rio e de sua fauna depende diretamente deste trabalho. Socorro possui 1.373 nascentes em todo seu território”, explica o secretário da pasta ambiental, João Preto de Godoy.

“Esta é a primeira ação de recuperação de nascentes entre muitas que iremos realizar”, afirma a coordenadora de Desenvolvimento Rural do município, Giulia Defendi. “O objetivo é recuperar todas as nascentes degradadas e o máximo de mata ciliar possível”.

Para isso, a Prefeitura se utiliza do Programa Nascentes, anunciado em maio deste ano em parceria com o Governo de São Paulo, e através de incentivo aos produtores como o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que consiste na transferência de recursos a quem ajuda a manter o meio ambiente protegido.

Compartilhe:

Voltar