Palácio das Águias sofre duas depredações em menos de 24 horas

Os infratores foram identificados e presos pela Guarda Municipal

O Palácio das Águias, antigo paço municipal, que atualmente abriga a Biblioteca, foi alvo da ação de depredadores na noite de terça-feira (08). Um rapaz quebrou bancos, vidros e até mesmo a câmera de vigilância que se encontra na área externa. A Guarda Civil Municipal, ao ver as imagens, se dirigiu até o local e, colhendo informações de testemunhas, descobriu que o infrator havia se machucado. Em busca pela região, o depredador foi encontrado e levado até a delegacia por crime contra o patrimônio público.

No dia seguinte, um usuário da sala de informática da Biblioteca, durante um acesso de raiva, danificou diversos equipamentos e evadiu o local, após ofender as pessoas que ali trabalham. A depredação foi registrada em vídeo por um dos colaboradores do local. A Guarda Civil Municipal foi acionada e encontrou o infrator, que foi conduzido até à delegacia de polícia. Por não poder pagar a fiança, foi preso por crime contra o patrimônio público e encontra-se à disposição da Justiça.

O secretário de Cultura, Tiago de Faria, lamento o ocorrido e lembra que o Palácio das Águias recebeu manutenção recentemente, com pintura, troca de vidros, lixeiras e bancos, parte deles destruídos na ação criminosa. As câmeras de segurança, pelas quais foi possível identificador o primeiro infrator, também foram instaladas recentemente, durante a reforma.

O secretário de Segurança e Defesa do Cidadão, Wilhams de Morais, orienta a população para que denuncie atos de vandalismo contra o patrimônio público, pois tratam-se de bens comuns de todos. O sigilo do denunciante é absoluto.

Compartilhe:

Voltar