Prefeitura ganha dez composteiras e vai utilizá-las para educação ambiental nas escolas

Equipamento é construído com material reciclável e foi doado pela Semente Maçônica; objetivo é reduzir quantidade de lixo destinado ao aterro


Composteiras foram entregues no Centro Administrativo Municipal
pelos jovens da Semente Maçônica

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável recebeu a visita de um grupo de jovens da Semente Maçônica na manhã de sexta-feira, 26, e ganhou dez conjuntos de composteiras caseiras, equipamento utilizado para transformar lixo orgânico em adubo. A ideia será apresentada aos alunos de escolas municipais para educá-los acerca da importância dessa iniciativa.

De acordo com os criadores do projeto, intitulado “Seu lixo não é um problema, é a solução”, o objetivo é conscientizar o maior número de pessoas sobre a responsabilidade individual que cada um tem com a produção do lixo e seu descarte adequado. Neste sentido, pretende mostrar que o lixo orgânico também pode ser reaproveitado através do processo de compostagem.

Por se tratar de unidades pequenas, recomenda-se utilizar apenas restos de frutas, verduras e legumes, alimentos crus e outros como pó de café, casca de ovo, restos de grãos e farinhas no processo, mas nunca restos de carne ou quaisquer outros alimentos de origem animal. Serragem de madeira, folhas e raízes podem ser utilizadas, bem como guardanapos de papel.

Outra dica é colocar minhocas na composteira – junto com a terra –, pois sua presença acelera a compostagem. Ao fim do processo, o adubo e o chorume obtidos servem para fertilizar hortas e jardins. “Utilizamos as composteiras há alguns anos, muitas coisas acertamos e erramos neste tempo, até chegar ao ponto ideal de seu uso. Agora, compartilhamos isso com as pessoas”, afirma Karine Marcheto, membro da Semente Maçônica.

Solução para estender vida útil do aterro

Somente 4% do lixo produzido em Socorro são reciclados atualmente, percentual bastante baixo e que preocupa a Secretaria de Meio Ambiente, dado o esgotamento inevitável da capacidade do Aterro Municipal se o cenário não se alterar. Assim, a compostagem surge como uma boa alternativa para o problema, junto com a separação de materiais recicláveis (lavados e limpos).

A Semente Maçônica é ligada à Maçonaria Mista Amor e União de Socorro. Às sextas-feiras, a partir das 18h, o processo de compostagem é realizado na sede do grupo, onde as pessoas também são orientadas e podem comprar a composteira pronta. O endereço é Rua Poeta Paschoal Granato, 320, bairro São Bento. Mais informações pelo telefone (19) 3855-9617.

Confira como construir e utilizar sua própria composteira caseira:

Compartilhe:

Voltar