Secretaria de Cultura é aprovada em edital do ProAC para incentivo a artistas socorrenses – Prefeitura Municipal da Estância de Socorro

Secretaria de Cultura é aprovada em edital do ProAC para incentivo a artistas socorrenses

Prefeitura receberá R$ 150 mil para custear dezessete projetos culturais em sete categorias ao longo de 2019


Secretário de Cultura de Socorro, Tiago Faria (à esq.),
e prefeito André Bozola assinaram participação no edital do ProAC

A Prefeitura de Socorro, por meio de inscrição realizada pela Secretaria Municipal de Cultura, foi aprovada em edital do Programa de Ação Cultural (ProAC Municípios), do Governo do Estado de São Paulo. O prefeito André Bozola assinou o documento na sede da Secretaria Estadual de Cultura, onde também estavam presentes o secretário da pasta, Romildo Campello, e o governador Márcio França.

O edital garante a transferência de R$ 150 mil do Governo de São Paulo para o município, que investirá R$ 22 mil em contrapartida. A quantia total será utilizada para custear dezessete projetos culturais em sete categorias: artes visuais (3 projetos), audiovisual (1), cultural tradicional (2), dança (2), literatura (2), música (5) e teatro (2).

A expectativa da Secretaria Municipal de Cultura é “valorizar artistas de diversas áreas, tanto os consagrados quanto os jovens talentos (…), possibilitar formação de público de todas as idades, acesso aos bens culturais e lazer para o maior número de pessoas possível”.

Para participar do programa, os artistas devem obrigatoriamente ser de Socorro, residindo há pelo menos dois anos no município. A inscrição do projeto precisa seguir as orientações e requisitos contidos em edital específico – cada categoria terá um edital próprio. Os editais serão amplamente divulgados nos meios de comunicação da Prefeitura, assim como terão publicidade em veículos comerciais do município (rádios, jornais etc.).

Após término do prazo para inscrição, a escolha dos projetos a serem contemplados caberá a comissões montadas pela Secretaria Municipal de Cultura. Dentre os critérios de análise, estão a relevância e criatividade do projeto, o potencial de interesse e ganho cultural proporcionado ao público e a viabilidade de realização – orçamento, cronograma, capacidade técnica etc.

As apresentações acontecem ao longo de 2019 e os artistas podem escolher dentre os seguintes locais: Biblioteca Municipal, Museu Municipal, teatro do Centro Cultural, auditório da prefeitura, Conservatório Municipal e coreto da Praça da Matriz, além de cinco escolas situadas na zona rural – Rio do Peixe, Lavras de Cima, Lavras de Baixo, Rubins e Camanducaia.

Após execução do projeto, os autores devem apresentar relatório final com as despesas realizadas, público alcançado, matérias publicadas e fotos do evento.


Governador Márcio França participou da cerimônia de assinatura


Secretário Estadual de Cultura, Romildo Campello

Compartilhe:

Voltar