Secretaria Municipal de Saúde solicita agilidade ao estado no retorno de exames de Papanicolau

Parceria com laboratório de Barretos deve normalizar prazo de devolução


Secretários de saúde em reunião com o Departamento Regional,
dia 2 de agosto, em Pedra Bela

O secretário municipal de Saúde de Socorro, Ricardo Lopes, se juntou a colegas que ocupam a pasta em onze cidades da região bragantina para uma reunião com representantes da Regional de Saúde – DRS7, dia 2 de agosto, em Pedra Bela. Dentre as pautas do encontro, a cobrança por agilidade na devolução de exames de Papanicolau encaminhados para análise.

Desde o ano passado, a redução do quadro de funcionários no CAISM – hospital universitário da Unicamp voltado à saúde da mulher e do recém-nascido – resultou em longa espera para análise e retorno de exames de Papanicolau. A municipalidade é responsável somente pela coleta.

“Seguimos o protocolo do Ministério da Saúde: coletamos a amostra e enviamos para análise. Infelizmente, a redução de funcionários causou longos atrasos na devolução. Desde então, vimos cobrando providências, e a situação deve ser normalizada em breve”, comenta o secretário Ricardo Lopes.

O Departamento Regional de Saúde (DRS) anunciou na reunião do dia 2 que o governo estadual firmou parceria com o Laboratório Pio XVII, de Barretos, para estancar os atrasos. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o prazo de espera deve voltar à faixa de 40 dias.

Com a normalização dos retornos, a Secretaria Municipal de Saúde aguarda pelo fim da cota máxima de 149 exames reservada para Socorro, aumentando a quantidade de pacientes atendidas. “Queremos que o quadro seja o mesmo de antes, sem prejuízo às pacientes”, afirma Ricardo.

O secretário ressalta, ainda, que mesmo durante o período de atraso das devoluções houve prioridade no atendimento a pacientes que apresentavam casos de urgência ou emergência.

Compartilhe:

Voltar