Veículos do tipo flex da frota municipal continuam sendo abastecidos com etanol

A Prefeitura de Socorro, desde junho de 2017, após a publicação da portaria nº 7581/2017 no Jornal Oficial de Socorro, vem adequando as frotas de veículos oficiais do tipo flex ao uso de etanol.

A adequação é uma medida que objetiva a diminuição do impacto causado pela queima de combustíveis fósseis em todo o planeta. Além disso, trata-se de mais uma ação de preservação do meio ambiente que está em consonância com a política de sustentabilidade adotada pelo município ao longo dos últimos anos, visando uma somatória de pontos de Socorro no programa Município VerdeAzul, do Governo do Estado de São Paulo, cujo ranking é parâmetro para a destinação de recursos ao município.

A queima de etanol emite menos gases poluentes responsáveis pelo efeito estufa na atmosfera do que a combustão de gasolina. Isso acontece porque o etanol é um biocombustível, ou seja, é derivado da fermentação da cana-de-açúcar (produto renovável, de origem biológica não fóssil), produzindo em média 25% menos monóxido de carbono e 35% menos óxido de nitrogênio do que a gasolina, que é um combustível fóssil (produto não renovável).

De acordo com a portaria, o Executivo pode, excepcionalmente, abastecer a frota com outro tipo de combustível em caso de desabastecimento de etanol no município. Além disso, o documento prevê que, em respeito ao princípio da economicidade, deverá ser utilizado outro tipo de combustível sempre que a equação custo/consumo seja mais econômica para o município.

A portaria prevê que a orientação às demais secretarias para o cumprimento da decisão, bem como as instruções para motoristas e encarregados de transportes, cabe à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Compartilhe:

Voltar